A “creche de pandas” existe e é o lugar mais adorável na face da terra (veja fotos)

A Base de Pesquisas de Chengdu na China, lar de dezenas de pandas, parece ser apenas um dos lugares mais fofos da Terra – mas é de vital importância para a sobrevivência dos pandas gigantes que estão ameaçados de extinção.

Apelidada de “creche dos pandas”, a base é na verdade um grande centro de pesquisas especializado no cuidado de pandas, de modo a garantir-lhes qualidade de vida, ao passo que revitalizam a sua população em declínio com o incentivo à reprodução assistida e menor mortalidade entre os filhotes recém-nascidos.

Estima-se que haja apenas 2000 pandas restantes no mundo inteiro. Comparado com a população de seres humanos, hoje na casa dos 7,6 bilhões de indivíduos ou até dos cachorros, estimada em 25 bilhões, realmente o número desses mamíferos está muito, muito reduzido.

Cada filhote de panda é especial – não apenas por causa de sua fofura, mas também por conta de quão difícil é fazer com que os pandas se reproduzam. As fêmeas podem acasalar apenas 2 ou 3 dias no ano, e elas só dão à luz um filhote a cada dois anos.

Confira fotos:

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários