Gata mal-humorada conhece Papai Noel, fica encantada e não quer mais sair de seu colo; vídeo

Mackenzie tem 15 anos e foi adotada por Angela depois de seu avô falecer

Por
em Gatos

Mackenzie é uma gata de 15 anos que ficou extremamente feliz depois de encontrar um bom velhinho, o Papai Noel.

“Ela tem o rosto mal-humorado em repouso. Ela pode ser a gata mais feliz do mundo, mas só tem um olhar mal-humorado em seu rosto”, disse sua tutora Angela Rasuse em entrevista ao The Dodo.

Mackenzie pertencia aos avós de Angela, no entanto, depois de seu avô falecer em 2019, ela não tinha mais para onde ir. Foi quando a neta decidiu adota-la.

Com um temperamento forte e agressivo demorou muito até a felina se acostumar com sua nova dona.

Mas tudo mudou depois dela comprar uma coleira para ela.

“Foi a coisa mais estranha do mundo. Aqui está esta gata mal-humorada e assassina, mas no segundo que você coloca uma coleira nela, ela se torna uma gata de aventura”, observou ela.

Mais calma, Mackenzie começou a passear com Angela em diferentes lugares, como a praia e um Pet Shop local, onde, em uma tradição da loja, conheceu o Papai Noel.

Todos os sábados antes do Natal, a loja Pet Valu em Nova Scotia, Canadá, realiza uma ação para arrecadar alimentos.

Os donos devem trazer doações de alimentos não perecíveis para que os animais de estimação possam tirar fotos com o Papai Noel.

Angela tinha medo do que poderia acontecer quando a felina chegasse perto do Papai Noel, mas ao contrário do que podia esperar, Mackenzie adorou o bom velhinho e não queria mais sair de seu colo.

"Eu a coloquei ao lado do Papai Noel e ela rosnou, porque ela não sabia o que estava acontecendo. Mas então ela brincou com a bola no chapéu do Papai Noel, ela sentou no colo dele”, contou.
“A parte mais engraçada foi quando nós pensamos, ‘Ok Mackenzie, você já teve a sua vez. Nós temos as fotos, é hora do próximo animal’. Ela rosnou para mim quando tentei afastá-la do Papai Noel. Não sei se o Papai Noel a lembrava do meu avô ou o quê, mas ela absolutamente amava o Papai Noel”, acrescentou a dona.

A história de Mackenzie inspirou Angela a criar uma organização chamada My Grandfather's Cat, que ajuda idosos a arranjar um novo lar para seus animais de estimação antes de morrerem ou se mudarem para um lar de idosos.

Em apenas seis meses, a organização já auxiliou 24 animais de estimação a terem novos donos.

“São apenas pessoas ajudando outras pessoas a encontrar um lar para seus animais, para que não acabem em abrigos - e funciona”, finalizou ela.

Confira o vídeo do encontro:

Veja também:

Caramelo ladrão de bolo, gato mecânico e mais no Jornalzinho Amo Meu Pet | com Pépe Bonner

Uma jornalista quase formada de 21 anos, completamente apaixonada por futebol e animais. É daquelas pessoas que não podem ver um cachorro ou gato na rua que já quer fazer carinho... Do tipo curiosa, gosta de contar boas histórias e aquecer o coração de seus leitores. Um pouco indecisa para os títulos das matérias, confesso, mas dedicada ao ponto de procurar sempre escolher as melhores palavras. Prazer, sou Letícia Michele Schneider, atualmente moradora de Passo Fundo (RS), tenho o sonho de deixar o mundo um pouquinho melhor e quem sabe um dia estar à beira do gramado entrevistando os jogadores da dupla Grenal.

Últimas notícias