Fofurinhas: Cães filhotes se recusam a deixar de dormir amontoados

Por
em Cães

Quando uma mulher que mora no Canadá, chamada Dee Marie, acolheu a cadelinha Emi e seus sete filhotes, e percebeu algo incomum. Todos os filhotes dormiam amontoados, em uma grande pilha. Emi, por outro lado, também estava sempre por perto para protegê-los.

“Ela tem sido uma mãe amorosa e está sempre a poucos metros de distância, pronta para ver como eles estão”, disse Dee ao The Dodo.

Os caninos foram levados até a ONG Northern Critters In Need, depois da família de Emi pedir ajuda. Sua família mora em uma comunidade remota sem acesso a cuidados veterinários regulares, então quando a cadela engravidou optaram por deixá-la aos cuidados da ONG.

“Onde vivemos, no noroeste de Ontário, há muitas comunidades muito remotas - muitas apenas com passagem aérea”, explicou Dee.
“Pode ser difícil, senão impossível, ter acesso até mesmo a cuidados básicos de veterinário e suprimentos para animais de estimação”, acrescentou.

Ela decidiu cuidar de Emi e seus filhotes até que estivessem aptos para adoção. E logo entendeu que cada um dos filhotes tinha uma personalidade única.

“Os filhotes são um bando muito carismático. Aang sempre liderou a matilha de filhotes. Ele é incrivelmente vocal e confiante, e todos os outros sentavam atrás dele esperando por comida todas as manhãs”, relatou a mulher.

À medida que os animais foram crescendo, Dee achou que os caninos gostariam de ter seu próprio espaço e deixariam de dormir amontoados, mas isso não aconteceu.

“Gostamos que os filhotes se acostumem a ficar em uma caixa, então eles associam isso a um lugar calmo de descanso. E essa ninhada entendeu a tarefa e começou a dormir em pilhas de filhotes imediatamente”, detalhou.

Quando começaram a ficar maiores Dee acrescentou uma nova caixa para eles terem mais espaço, no entanto, os filhotes ignoraram a caixa extra, continuando a se espremer na caixa que estavam antes.

“Apesar de ter o espaço extra, eles simplesmente continuavam se amontoando em uma caixa. Mas quem pode culpá-los? É a poça de aconchego final!”, salientou.

Com nove semanas de idade, os filhotes passaram a deixar a casa de Dee e conhecer seus novos lares.

Assim que todos forem adotados, Emi e Ang voltarão para a casa de sua família, onde poderão continuar dormindo juntinhos.

“Estou feliz que ela será capaz de manter um de seus filhotes como seu melhor amigo para o resto da vida”, finalizou.

Como acostumar um filhote a dormir sozinho

Alguns pets choram muito na hora de dormirem sozinhos, por isso é muito importante ensiná-los desde pequenos, pois quando adultos, mudar esse hábito é muito mais difícil.

Ter uma caminha e um cantinho aconchegante para eles é essencial para começarem a dormir sozinhos.

Alguns veterinários indicam que, pelo menos no começo, colocar alguma peça de roupa com o seu cheiro na caminha do cachorro contribui para o animal dormir sozinho e sentir-se mais seguro.

E o mais importante, é necessário que o dono seja firme e não deixe o animal dormir em sua cama ou abra pequenas exceções - pois os pets podem se acostumarem mal.

Veja também:

O VIRA-LATA CARAMELO TÁ CADA VEZ MAIS MALANDRO | Caramelos parte 2

Uma jornalista quase formada de 21 anos, completamente apaixonada por futebol e animais. É daquelas pessoas que não podem ver um cachorro ou gato na rua que já quer fazer carinho... Do tipo curiosa, gosta de contar boas histórias e aquecer o coração de seus leitores. Um pouco indecisa para os títulos das matérias, confesso, mas dedicada ao ponto de procurar sempre escolher as melhores palavras. Prazer, sou Letícia Michele Schneider, atualmente moradora de Passo Fundo (RS), tenho o sonho de deixar o mundo um pouquinho melhor e quem sabe um dia estar à beira do gramado entrevistando os jogadores da dupla Grenal.