Cachorrinha se emociona toda vez que encontra seu amigo carteiro; vídeo

Frannie aguarda ansiosamente Dan passar pela sua rua para abraçá-la

Por
em Cães

Frannie é uma cachorrinha da raça chihuahua muito simpática que aguarda todos os dias seu grande amigo carteiro chegar.

A canina de 5 meses de vida espera ansiosamente, todas as manhãs, na porta de sua casa, o caminhão dos correios passar por sua rua.

Assim que o carteiro chega seu corpo começa a tremer de alegria, mas se engana quem acha que ela está esperando a correspondência, pois só tem olhos para o carteiro chamado Dan.

“É uma conexão real e emocional, Ela se apaixonou por ele um dia depois de trazê-la para casa", disse Lisa Laskey, a dona de Frannie, ao The Dodo.

Lisa havia ido pegar a correspondência com Frannie no colo e, então, parou para conversar brevemente com o carteiro.

Foi quando pediu se Dan queria segurá-la no colo

“Ele saiu da caminhonete e fez cara feia para ela e deixou que ela o beijasse. E desde aquele dia, é como, agora isso deve acontecer todos os dias”, contou Lisa.

Dan é carteiro da vizinhança há anos. Por ser gentil e comprometido com seu trabalho, logo conquistou o coração de todos os moradores e também de Frannie.

“Frannie vai apenas sentar em sua pequena cama ao lado da porta e assistir - ela conhece a caminhonete branca. E quando o caminhão começa a chegar, seu corpinho começa a tremer e ela solta um latido para me avisar que ele está aqui”, ressaltou a tutora.
“Tento pegar meus sapatos e estar pronto para ela, e coloco sua coleira. Assim que ele chegar à nossa caixa de correio, vou colocá-la na garagem e deixá-la ir embora. Ela corre por toda a garagem até chegar até ele e ele está apenas rindo - isso só faz o seu dia”, acrescentou ela.

Os dias ficam mais tristes para Frannie quando Dan tira férias, mas isso não anula o amor que um tem pelo outro.

Veja também este vídeo:

Provando que o vira-lata caramelo vai dominar mundo

Uma jornalista quase formada de 21 anos, completamente apaixonada por futebol e animais. É daquelas pessoas que não podem ver um cachorro ou gato na rua que já quer fazer carinho... Do tipo curiosa, gosta de contar boas histórias e aquecer o coração de seus leitores. Um pouco indecisa para os títulos das matérias, confesso, mas dedicada ao ponto de procurar sempre escolher as melhores palavras. Prazer, sou Letícia Michele Schneider, atualmente moradora de Passo Fundo (RS), tenho o sonho de deixar o mundo um pouquinho melhor e quem sabe um dia estar à beira do gramado entrevistando os jogadores da dupla Grenal.