Cadela deita no ombro de dono ao ouvir bronca hilária por ter 'revoltado' o gato

Por
em Mundo Animal

Meuri é uma cachorrinha de Salvador, Bahia, que novamente conquistou a internet ao ouvir atenciosamente seu tutor falar que não pode pegar os ratinhos de brinquedo do seu irmão Mateus, um gato preto.

No vídeo publicado por Zaca Oliveira, em 23 de janeiro, o artista diz para Meuri que não deve pegar os brinquedos de seu irmão e deixar ele sem nada, pois ela tinha o dela, um porco-espinho da cor rosa.

“Mateus foi para rua por sua causa, porque ele ganhou três ratinhos que apitam. É dele e você pegou, não está deixando ele brincar com os ratinhos dele. Ele se estressou, foi para a rua e dormiu fora”, começou dizendo Zaca.

Enquanto Meuri fica sentadinha ao seu lado no sofá, o cantor continua explicando para ela que ela poderia ter pego apenas um ratinho para brincar, se Mateus deixasse, mas não todos os três.

“Os ratinhos são dele, ele que ganhou. Você ganhou um porco-espinho rosa e você quer seu porco-espinho e todos os ratinhos do Mateus”, continuou falando.
“O rapaz se revoltou, o rapaz já tem problema, é meio transtornado e se saiu não sei por onde, saiu no mundão, chegou de manhã cedo e pediu corda às 6h da manhã e a culpa é sua”, acrescentou Zaca.

Além disso, ele lembrou que como Meuri era mais velha, cabia a ela lhe assessorar, já que havia um delinquente dentro de casa e não ela ser a pessoa que cria o problema.

A cachorrinha parece olhar para seu dono com uma cara de arrependida, então ela deita em seu ombro e ele começa beijá-la.

“Estou lhe dizendo, os brinquedos são dele, ele que ganhou da professora Dio. Mateus pediu três ratos e você ganhou seu porco-espinho. Seu porco-espinho é rosa de menina, o rato de Mateus é cinza de menino, você não vê as cores?”, finalizou Zaca brincando.

No Instagram, o vídeo teve quase 18 mil visualizações e mais de 6,1 mil curtidas.

“Mateus que arranja qualquer desculpa para ir para a farra”, comentou Ana.
“Mateus sai da rua, mas a rua não sai de Mateus”, destacou Fernanda.
“O rapaz já é meio transtornado. Ela ouve tudo como se fosse nunca mais pegar o brinquedo”, observou Emiliane.

Veja também vai gostar deste vídeo:

Cachorros e gatos que salvaram vidas humanas

Uma jornalista quase formada de 21 anos, completamente apaixonada por futebol e animais. É daquelas pessoas que não podem ver um cachorro ou gato na rua que já quer fazer carinho... Do tipo curiosa, gosta de contar boas histórias e aquecer o coração de seus leitores. Um pouco indecisa para os títulos das matérias, confesso, mas dedicada ao ponto de procurar sempre escolher as melhores palavras. Prazer, sou Letícia Michele Schneider, atualmente moradora de Passo Fundo (RS), tenho o sonho de deixar o mundo um pouquinho melhor e quem sabe um dia estar à beira do gramado entrevistando os jogadores da dupla Grenal.