Logomarca Amo meu PET

Cadela Pandora é internada em estado de desnutrição após passar 45 dias desaparecida

A cadela desapareceu em uma conexão da Gol em Guarulhos, São Paulo.

Por
em Cães

Após 45 dias a angústia e tristeza desapareceram para dar lugar a preocupação. Pandora foi encontrada por um eletricista de uma empresa terceirizada do aeroporto de Guarulhos em extremo estado de desnutrição e desidratação, após ser resgatada no dia 30 de janeiro, foi levada para uma clínica veterinária onde precisou ficar internada sem previsão de alta.

A cachorrinha perdeu quase oito quilos, o que debilitou sua saúde, causando fraqueza e adquirindo caquexia, que causa a perda de tecido adiposo e músculo ósseo. 

 

De acordo com a médica veterinária Denise Pastorello, a cachorrinha precisa ficar em observação recebendo soro e alimentação protéica, pois apresentou um quadro clínico preocupante com sonolência, desidratação moderada e severa, leve dor na coluna e fraqueza ao andar.

 

Para o tutor, Reinaldo, o importante é recuperar a vitalidade da cachorrinha. Apesar de ter passado muito tempo perdendo o sono devido a preocupação, pretende permanecer focado na recuperação de Pandora. Reinaldo também está empenhado junto com advogados em mover uma ação contra a Gol, devido ao descaso e falta de responsabilidade pela vida da cadela. 

O desaparecimento de Pandora tomou proporções nacionais, trazendo à tona discussões sobre a maneira de transportar animais em aviões. Como por exemplo no caso do cachorro american bully que morreu ao ser transportado no porão de um avião da Latam em outubro do ano passado. 

Estudante de jornalismo na Universidade de Passo Fundo (UPF). Gosta de livros, animais e é vegetariana.