Cão abandonado porque donos achavam que ele era 'gay' é adotado

Por
em Cães

Um cãozinho foi abandonado por seus antigos donos no abrigo de animais Stanly County Animal Protective Services, localizado na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, por acreditarem que ele fosse gay.

Mas a rejeição de uns trouxe o amor de outros, pois na última terça-feira, 22, o cachorro foi adotado por um casal homossexual.

O cão de pelagem preta com caramelo se chama Fezco e estima-se que tenha quatro anos de idade. Segundo o abrigo na sua página do Facebook, o peludinho é muito amável e se dá muito bem com humanos e outros cães.

A explicação dada pelos antigos donos para tal atitude foi que encontraram Fezco dominando outro cão macho de maneira sexual, levando-os a pensarem que o cão fosse gay.

Conforme o veterinário Tahl Rozycki afirmou ao USA TODAY, uma das razões para que isso aconteça é quando o cão está num alto nível de testosterona, levando-o a ter a necessidade de procriar.

"Pode ser que ele esteja tentando afirmar o domínio sobre o outro cão", disse Rozycki.

O médico ainda diz que o comportamento também pode ser atribuído a cães que sempre têm uma hierarquia em um ambiente com vários cães.

Passado o trauma do abandono, agora Fezco, encontrou um lar. Seus nonos donos são Steve Nichols e o seu parceiro John que moram em Charlotte e estão juntos há mais de 30 anos.

Na adoção eles decidiram trocar o seu nome e chamá-lo de Oscar, em homenagem ao popular escritor gay Oscar Wilde, de acordo com o casal.

“É uma razão tão boba para abandonar um cachorro”, disse Nichols ao WCCB Charlotte. “Nós apenas pensamos que faria sentido para o cachorro 'gay' ser adotado por uma família gay amorosa.”

Por sorte, esse cãozinho teve um final feliz!

Veja também este vídeo do nosso canal:

O pássaro que canta 'Meu Pintinho Amarelinho' e mais no Jornalzinho Amo Meu Pet | Com Pépe Bonner