Logomarca Amo meu PET

Cachorro abandonado por tropas russas é acolhido por soldados ucranianos

Por
em Notícias

Recentemente, um cão da raça pastor belga foi encontrado vagando sozinho e faminto na região de Mykolaiv, na Ucrânia.

O fato do cachorro estar na zona de guerra não é curiosidade, pois muitos animais estão sendo resgatados do país, porém o diferencial de Max, de 3 anos, é que ele foi treinado por russos e posteriormente abandonado por eles.

O cachorro foi resgatado e adotado por soldados ucranianos, que entendiam que o cão não tinha escolha, por isso, decidiram cuidar dele. De acordo com o Daily Mail, a tropa ucraniana não sabe ô porquê os russos deixaram Max à própria sorte. 

Max passou por uma transformação e lhe foi ensinado comandos ucranianos para que o animal possa ajudar na varredura de minas, ou seja, na identificação de bombas para que especialistas possam desativá-las. 

Dmitry, um membro da Guarda Nacional da Ucrânia, disse:

“De agora em diante, Max servirá no lado direito, defendendo a Ucrânia e espantando os russos".

A habilidade incrível dos cães de identificar objetos com o olfato tem ajudado muito os soldados na hora de percorrer caminhos desconhecidos. Principalmente aqueles em que há bombas implantadas. 

Max deu sorte em encontrar essa nova família. Ainda segundo Dmitry, os ucranianos amam cachorros e os treinadores o consideram da família. 

Max não é o único cão que está nessa missão. Outro cachorrinho da raça Jack Russel viralizou ao desativar mais de 200 bombas. 

O cãozinho chamado Patrono é eficiente pois pesa 4 kg, 1 kg a menos para ativar as bombas, ou seja, a presença dele as mantém inativas para que soldados possam se encarregar de desativá-las e salvar companheiros.

Confira a matéria de Patrono aqui!

Veja também este vídeo:

PETS que mereciam um Oscar por serem TÃO DRAMÁTICOS

Estudante de jornalismo na Universidade de Passo Fundo (UPF). Gosta de livros, animais e é vegetariana.