Dona deixa cão com babá, horas depois, ela recebe uma ligação devastadora do veterinário

Por
em Cães

Na última semana, Andrea Brown foi devastada com a notícia de que o seu cão Banjo, da raça Bernese Mountain Dog, faleceu após ficar sob os cuidados de uma pet sitter enquanto passava o final de semana fora de casa com a família.

O cão morreu na traseira de um carro quente após voltar de uma caminhada - em um dos dias mais quentes -, com Rachel, a cuidadora, e mais, o passeio foi realizado sem a permissão da dona.

"Nosso lindo cachorro Banjo estava morto. Na chegada, os veterinários descreveram o carro como uma sauna", contou no post do Facebook.

A babá foi contratada através de em um site de uma agência respeitável que Andrea havia usado várias vezes antes. O combinado era que ela chegaria no horário marcado, daria um sorvete próprio para cães para Banjo e deixaria ele passear no jardim.

"Eu nunca dei permissão para a babá levar Banjo para passear", disse Andrea Brown. "Eu cuido de cachorros berneses há anos. Você não pode levá-los passear quando está quente como naquele dia."

Com uma espessa pelagem dupla projetada para manter o calor, essa raça foi criada para trabalhar nos prados alpinos e nas regiões montanhosas e nevadas da Suíça. Ou seja, o calor lhes prejudica e no caso de Banjo o levou a morte.

A mulher está pedindo informações para qualquer pessoa que tenha visto a babá com o cão naquele dia para descobrir o que realmente aconteceu. E se houver provas suficientes, apresentará acusações criminais contra a Rachel.

Veja também:

CÃO BRAVO GANHA PLACA INUSITADA e mais notícias no Jornalzinho Amo Meu Pet