Logomarca Amo meu PET

Abordagem policial viraliza na web ao mostrar cachorro ‘se rendendo’ junto com suspeitos; vídeo

Por
em Notícias

Na última quinta-feira, (28), a equipe da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Americana (SP), realizou uma abordagem em uma chácara do bairro Vila Real, em Hortolândia, em São Paulo, onde três suspeitos foram presos junto com 1,1 tonelada de maconha.

 

Mas o que chamou a atenção não foi a quantidade de entorpecentes e, sim, o cão que deveria ‘fazer a segurança’ da chácara. A equipe que realizava a perícia no imóvel filmou a abordagem, as cenas mostram o cão e os homens deitados no chão, sendo 'rendidos'.

O trio está algemado com as mãos para trás, mas o cão, obviamente, não. Mas por algum motivo, talvez por educação e até por perceber a gravidade da situação, ele decide deitar no chão e ficar quieto, para que os policiais possam fazer o trabalho deles. 

De acordo com a DISE, o local já estava sendo monitorado por investigadores, pois havia suspeitas de tráfico devido a alta movimentação de cargas. Apesar dos homens serem presos em flagrante, o cão não ficou sozinho.

O cachorro da raça rottweiler ficou com a dona da chácara, que segundo a polícia não tem envolvimento no tráfico de drogas, junto com ele ficaram outros dois cachorros. 

Além disso, a Polícia Civil deve retornar à chácara na sexta-feira (29) para verificar as condições dos cães e avaliar a necessidade de acionar uma ONG de proteção animal.

Veja:

Importante ressaltar que, apesar da raça rottweiler ser usada para ‘segurança’, esses animais também são muito utilizados para treinamento policial e para seguir carreira como guardas, ajudando em buscas e apreensões. Muito legal, né?

Esse não é o único cão que teve uma recepção tranquila com militares. Na Ucrânia um pastor alemão também ‘trocou’ de lado e se juntou aos inimigos ao ser resgatado por soldados ucranianos após ser abandonado por sua equipe russa.  

Essa é a história de Max, o cão foi resgatado e adotado por soldados ucranianos em uma região de conflito. A tropa ucraniana não sabe o porquê os russos deixaram o pastor alemão à própria sorte. 

Mas sabiam que não poderiam abandoná-lo também, por isso uniram o útil ao agradável e decidiram cuidar do animal, que não atacou e nem resistiu a nova adoção. 

Max passou por uma transformação e lhe foi ensinado comandos ucranianos para que o animal possa ajudar na varredura de minas, ou seja, na identificação de bombas para que especialistas possam desativá-las.

Então hoje em dia, o trabalho de Max é espantar aqueles que deveriam ter cuidado dele e o amado acima de todos os perigos que são encontrados na zona de guerra.

A verdade é que desde que o mundo é mundo os cães vem ajudando e acompanhando os homens. A maioria desses animais leais se sentem à vontade na companhia daqueles que zelam pela segurança de todos nós. 

Por isso, neste ano uma cadela caramelo viralizou ao ser filmada pedindo para um policial fazer cócegas nas suas costas. As cenas mostram a vira-lata deitada de barriga pra cima balançando as patas.

Esse é o sinal para o militar puxá-la para que possa coçar as costas no chão. A cadela vive junto com a guarnição policial e outros sete cachorros, por isso adora brincar dessa maneira e já está acostumada. 

Assista também:

10 animais de estimação que meteram o loko por aí | Vídeos engraçados

Estudante de jornalismo na Universidade de Passo Fundo (UPF). Gosta de livros, animais e é vegetariana.