Família nega doar gato após vinda de bebê e pet se torna melhor amigo de criança

"Hoje em dia meu filho ama os animais, sabe respeitá-los e tem um carinho muito grande por todos"

Por
em Aqueça o coração

A amizade entre um bebê chamado Pedro, de dois anos, e de Lilo, uma gatinha também de dois anos, é de arrancar um sorriso do rosto. A dupla vive na cidade de Joinville, em Santa Catarina, e desde que a mamãe e tutora, Fabiane Giliet, publicou um vídeo dessa duplinha nas suas redes sociais, o que não faltam são internautas suspirando por eles.

Lilo chegou na família dois meses antes do pequeno Pedro nascer, o intuito era que ela se tornasse amiga do outro gatinho da família, pois com a chegada do bebê, muita coisa iria mudar. Então Fabiane e seu marido, com medo de que ele se sentisse sozinho e pensando ser o melhor, decidiram adotar um segundo felino.

Bom, o que o casal não imaginava é que além de Lilo ser uma ótima companhia para o gato mais velho, ela se tornaria a melhor amiga de Pedro.

Em entrevista ao Amo Meu Pet, Fabiane contou que os gatinhos se deram bem desde o início e que também sempre tiveram acesso ao quarto do bebê, então quando Pedro nasceu já estavam familiarizados com o novo 'irmãozinho'.

Mas dos dois gatinhos, quem mais se apegou ao Pedro foi Lilo e ela demonstrou isso desde que o pequeno chegou na casa. "Como ela era filhote, sempre estava por perto.

Era muito mais curiosa que o outro e vivia perto dele, durante a amamentação ela ficava ao lado, quando ele estava deitado ela também sempre aparecia para cheira-ló", contou.

A convivência da dupla sempre foi suave, nunca tiveram nenhum incidente, apesar da maioria dos familiares desaprovarem a relação da criança com os felinos. "Eu nunca tive medo de algo acontecer, mas claro que sempre estava de olho principalmente quando o colocava no berço", disse.

Pedro e Lilo tem crescido juntos e ela demonstra uma enorme paciência com o pequeno, desde ainda bebê, pois quando começou a engatinhar, mesmo ele 'correndo' atrás dela para apertar e babar, não retrucava.

"Acho que tivemos sorte, pois realmente ela é uma gata diferente", declarou.

Atualmente a família tem três gatos, sendo Lilo a única fêmea, e mesmo os três amando Pedro, quem mais se dá bem com ele é Lilo. O que deixa os pais muito felizes, pois os gatinhos fazem parte da família e saber que o quarteto se dá bem acalenta o coração.

E a relação do bebê com os gatinhos foi contraditória ao que uma médica disse à Fabiane durante o acompanhamento do pré-natal. Pois ela aconselhou o casal a doarem o gato (na época era um só) porque era um animal repleto de doenças e que não faria bem durante a gestação e posteriormente seria prejudicial ao bebê.

"No fim acabei trocando de médica e sem dúvidas foi uma das melhores escolhas que fiz, tendo em vista que hoje em dia meu filho ama os animais, sabe respeitá-los e tem um carinho muito grande por todos", finalizou.

O vídeo publicado recebeu mais de 208 mil visualizações, 39 mil reações e dezenas de comentários cheios de carinho. "Eu tô presa nesse vídeo. Parabéns por educarem tão bem uma criança ensinando a respeitar e a amar os animais", comentou uma internauta. "Que lindo", elogiou outra.

Confira:

Ahhh... é muito amor envolvido! Ficou com vontade de ver mais? Veja abaixo.

Sem dúvida Pedro crescerá amando e respeitando os animais! Que essa família seja ainda mais feliz.

Veja também este vídeo novo:

Gato dá OVADA em cachorro e mais notícias no Jornalzinho Amo Meu Pet | Com Pépe Bonner