Cães de rua recebem coleiras com reflexo para evitar acidentes de trânsito em Xanxerê (SC)

Em Xanxerê, no oeste catarinense, os cachorros que vivem nas ruas estão recebendo coleiras que refletem a luz de veículos de modo a evitar que eles sejam vítimas de acidentes.

Todo ano, cerca de 300 coleiras com faixas reflexivas são distribuídas na cidade. "A gente percebeu que poderia ser bem útil no meio do trânsito. O intuito é de visualização desses cães por parte do motorista, que ele consiga desviar ou parar para evita um acidente", explica o zootecnista e adestrador de cães, Vagner Pacheco Oliveira.

O zootecnista guarda as coleiras no carro. Trafegando pela cidade, sempre que encontra um animal de rua, Vagner para o veículo e coloca nele.

Os adereços são confeccionados pela mãe, que é costureira e mora em Pelotas (RS). Uma vez ao ano, após montar 300 coleiras, ela envia para o filho via Correios. Cada uma é feita por duas partes de tecido, que quando unidas, se encaixam perfeitamente, sem apertar ou machucar o animal. Além disso, elas podem ser retiradas com facilidade por um ser humano.

"Os lares temporários estão esgotados. Não têm mais onde colocar esses animais. A gente precisa cuidar desses que andam na rua", defende Vagner.

Fonte: G1

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários