Cerca de 60 baleias são encontradas mortas em praia na Islândia

Durante uma viagem de helicóptero à Longufjorur, na Islândia, o piloto particular David Schwarzhans viu uma triste cena em terra firme: dezenas de baleias-piloto encalhadas e mortas na areia, a cerca de cem metros do mar.

David sobreava a costa com um grupo de turistas americanos quando avistou os animais. Ele voltou para ver se algum deles apresentava alguma reação, mas todos estavam mortos - há dias, pelo menos.

Atônitos pela cena, decidiram pousar o helicóptero. Contaram 60 baleias mortas. "Mas deve ter mais, porque havia barbatanas saindo da areia", disse o piloto.

Ainda não se sabe o que pode ter acontecido com os animais, ou desde quando eles estão ali. A bióloga marinha Edda Elísabet Magnúsdóttir disse à rádio islandesa RÚV que as baleia-piloto evitam se separar de seus grupos. “O fato de elas nadarem em bandos numerosos poderia explicar, assim, por que tantas baleias foram encontradas juntas.”

É possível que uma combinação de correntes fortes com presença de algas pode ter impedido os animais de chegar ao fundo do mar. Quando estão no raso, seu poder de orientação fica limitado. Uma hipótese, então, é que elas tenham ficado desorientadas, encalhado e morrido de desidratação.

Róbert Arnar Stefánsson, diretor do instituto de história natural do oeste da Islândia, disse à RÚV que “encontrar baleias nas praias da área tem se tornado um evento anual. No entanto, é incomum encontrar tantas de uma vez só.”

Fonte: Folha

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários