Dois raros leões brancos nascem em santuário francês de proteção animal

No final do mês passado, dois filhotes raríssimos de leões brancos nasceram no Santuário Caresse de Tigre, na França.

Segundo a agência de notícias France Presse, o par de felinos foi batizado em homenagem ao casal protagonista de “O Rei Leão”: Nala e Simba.

O Santuário Caresse de Tigre ocupa uma vasta área florestal de 300 hectares na cidade de La Mailleraye-sur-Seine, sendo administrado por dois ex-artistas circenses.

De acordo com o site da entidade, o espaço que fica próximo ao rio Sena abriga doze grandes felinos atualmente.

Os leãozinhos estão sob os cuidados da equipe de veterinários do Santuário, e segundo fontes, já são até ‘amigos’ dos cachorros dos administradores do local.

Confira o vídeo abaixo:

Espécie em extinção

A ONG “Proteção Global do Leão Branco” afirma que a maior parte destes animais hoje vive em cativeiro. A entidade estima que exista, no mundo inteiro, 13 indivíduos soltos na natureza, sendo valiosas presas para caçadores ilegais.

Os leões brancos são uma mutação genética única das áreas dos Parques Nacionais Timbavati e Kruger do sul da África, e estiveram tecnicamente extintos durante ao menos doze anos até serem reintroduzidos à vida selvagem em 2004.

Fonte: >G1

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários