Mulher escuta barulhos estranhos vindos do seu sótão então descobre motivo

Por
em Mundo Animal

Descansando em seu quarto, uma mulher que vive em Scarborough, Ontário, no Canadá, começou a ouvir barulhos estranhos vindos do sótão, mais precisamente em cima de sua cama.

O barulho era uma mistura de gritos, baques e passos pesados, o que a deixou apavorada.

Independente do pavor, ela agiu! E, como sabia que se tratava de um animal (só não sabiam qual) ligarou para o Controle de Vida Selvagem de Gates, pedindo ajuda.

Logo que a equipe chegou, se direcionou até o sótão. Chegando lá, eles viram arranhões e roídos no telhado e compensado. Então começaram a vasculhar em busca do bicho.

Percebendo algo na parede, cortaram, foi então que se depararam com quatro guaxinins bebês, bem juntinhos se aquecendo.

Vê-los ali surpreendeu os funcionários, pois geralmente guaxinins dão à luz entre março e maio; e esses filhotes nasceram em fevereiro.

“A descoberta de filhotes de guaxinim nesta época do ano foi inesperada”, disse um representante do Controle de Vida Selvagem de Gates ao The Dodo. “No entanto, descobrir guaxinins recém-nascidos nos primeiros meses do ano não é inédito. Na verdade, o ano passado marcou a primeira descoberta de guaxinins bebês nos 38 anos de história do Controle de Vida Selvagem de Gates, com os primeiros bebês sendo encontrados em 20 de janeiro de 2022.”

Os funcionários recolheram os filhotes em uma bolsa de transporte e os levaram para o ar livre. Após, os colocaram em uma caixa térmica para que pudessem ficar ali até que sua mãe voltasse e os pegassem. E foi o que aconteceu, no dia seguinte, os filhotes não estavam mais na caixa.

Que bom que eles se reuniram! Pois segundo o abrigo de animais, Sociedade Humanitária KW & SP, localizado no Canadá, os guaxinins recém-nascidos são totalmente dependentes da mãe. Eles não conseguem abrir os olhos e tão pouco andar. Contudo, fazem muito barulho.

Esse barulho é geralmente ouvido à noite, pois como são animais noturnos, é nesse horário que a mãe sai em busca de alimento. Desamparados, os filhotes gorjeiam, choramingam e 'miam' em busca da mãe. Agora, dá para entender o som estranho no sótão.

Veja também este vídeo:

6 cachorros que já aprontaram em creches para pets