Espanha implementará multa pesada para quem maltratar ou abandonar animais

A capital espanhola por meio de seu governo local lançou a primeira versão da nova Lei de Proteção Animal. O projeto visa punir aqueles que abandonam ou maltratam seus animais de estimação.

A legislação até então em vigor, datada de 1990, era considerada muito branda. Com a mudança, a multa máxima aplicada agora é de 30 mil euros (R$ 135 mil).

Graças à iniciativa da ONG El Refugio, especializada em ajudar cães e gatos abandonados e maltratados, a nova legislação proíbe o abate de animais que foram injustamente abandonados.

A mudança tem sido caracterizada por ativistas como ‘essencial’ na Espanha, uma vez que o país é a nação europeia com as maiores taxas de abandono de pets.

Em território francês, a pena pelo abandono é de 30 mil euros (R$ 135 mil). Já para ‘atos de crueldade’, o autor do crime pode ser sentenciado a dois anos de prisão.

Na Suíça, uma sentença de até 3 anos de prisão é possível, e o Reino Unido é o país com maior progresso nessas questões. Da mesma forma, em países da América Latina, como Peru, México, Colômbia e Uruguai, a atenção para a questão também aumentou.

Atualmente, estima-se que existam cerca de 400 mil animais abandonados na Espanha, um número considerado alarmante e com tendência de alta.

Fonte: Equal Times

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários