Como lidar com a morte de um animal de estimação

Perder um animal de estimação amado pode ser emocionalmente devastador. Seu animal de estimação é parte de sua família e nunca é fácil dizer adeus pela última vez. Se você é alguém que recentemente perdeu um companheiro canino, nós oferecemos a você nossas mais sinceras condolências. Entendemos a dor que você está sentindo agora e sabemos que isso não é fácil de lidar. Também sentimos que, às vezes, é melhor que as pessoas falem sobre o animal depois de perdê-lo, como forma de começar a se recuperar.

Neste artigo, oferecemos algumas estratégias e ideias para ajudá-lo a se recuperar no processo de luto.

O processo do luto

Todo mundo lida com o luto de maneiras diferentes. Negação, raiva e culpa são fortes reações iniciais que impedem a inevitável tristeza que surge quando o choque desaparece. Essas reações são muitas vezes tomadas em pessoas mais próximas da experiência da perda, e agem dessa forma para obter um meio de proteção para si até que sejam capazes de encarar a verdade. O processo, como um todo, pode se parecer com o seguinte:
  1. Negação e/ou raiva
  2. Culpa
  3. Tristeza
  4. Depressão
  5. Aceitação
Lidando com o luto

Embora o luto seja algo muito individual e pessoal, chega o momento em que é melhor deixar de sentir a perda e optar ativamente por ultrapassá-la. O momento certo para você não será necessariamente o mesmo que o de outra pessoa; dependendo de quanto tempo você leva para passar por negação e chegar à aceitação, pode levar semanas ou pode levar anos para se preparar para lidar com sua dor. Quando você estiver pronto, no entanto, você não precisará enfrentá-lo sozinho.

Enfrentando a morte juntos

Além do apoio da família e/ou amigos, existem comunidades de pessoas que se sentem como você e querem se conectar. Procure apoios locais e até mesmo em fóruns e comunidades online no Facebook.

Enfrentando a morte individualmente

Embora o apoio externo seja uma ferramenta importante para lidar com seu luto, há algumas coisas que um grupo de apoio não pode fazer por você ... você precisa fazer isso por si mesmo. Algumas coisas que você pode fazer por conta própria para ajudar a superar sua dor incluem:
  • Reconheça sua tristeza, abrace-a e dê-se permissão para sentir e expressar essa dor! É uma parte vital do processo de cura.
  • Escreva seus sentimentos. A atividade de ler suas palavras escritas é relaxante o você pode compreender ainda mais a si mesmo.
  • Voluntarie-se em um abrigo de animais na sua cidade. Embora seja melhor deixar isso para os estágios posteriores da tristeza. Assim como ajudar outras pessoas, ajuda a esquecer os seus próprios problemas, ajudar outros animais pode ajudar você a superar sua perda. É uma forma de promover o bem no mundo.
  • Prepare um funeral para o seu animal de estimação. O ato de ter esse serviço, dizer algumas palavras e colocar seu filhote para descansar definitivamente ajudará a dar-lhe a despedida que você precisa.
Lidando com a Realidade

Além de sua dor ser uma realidade: se você está tendo que tomar a difícil decisão de sacrificar seu animal de estimação doente ou envelhecido, ou se seu animal de estimação já foi embora e você está tendo que lidar com o funeral e os preparativos para o enterro ou cremação, a realidade dessas situações podem desabar sobre você como uma tonelada de tijolos. Isso pode deixar você se sentindo sobrecarregado e sem saber para onde se virar.

Eutanásia do Cão

À medida que seu animal de estimação envelhece, ou no caso de seu filhote saudável se tornar inexplicavelmente doente ou ferido sem possibilidade de recuperação, pode ser necessário se preparar emocionalmente para “eutanizar” seu animal de estimação. Desde cedo é preciso saber quando é a hora, como dizer adeus e o que esperar em seguida. O segredo é estar preparado e ir entendo a situação.

Lembranças

Não se esqueça: a melhor maneira de homenagear seu animal de estimação, seu amigão de quatro patas, é lembrar os bons momentos que vocês tiveram juntos e agradecer por ter recebido o precioso tempo que teve com ele. A gratidão percorre um longo caminho no processo de cura, e nos ajuda a lembrar que, apesar da mágoa quando nossos doces amigos falecem, as lembranças das companhias deles valeram muito a pena.

Traduzido e adaptado de: caninejournal.com

Convidamos você a deixar suas melhores memórias do seu pet nos nossos comentários.

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Comportamento