Médicos, veterinários e um PM são presos por manter rinha com churrasco de cães em SP

Neste último sábado (14), a Polícia Civil do Estado do Paraná resgatou 19 cães de uma rinha clandestina e criminosa de São Paulo.

Cerca de 40 pessoas foram presas e encaminhadas para a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente da capital paulista.

Segundo as autoridades, diversos perfis de pessoas foram presas, entre médicos, veterinários, um PM e cinco estrangeiros.

A maioria dos cachorros pertence à raça pitbull. Eles estavam muito machucados.

Na rinha, foram encontrados cães mortos.

Com base em diversas evidências, a Polícia Civil acredita que era servido churrasco com carne de cachorro aos participantes da rinha.

Os policiais chegaram ao local criminoso após uma investigação com um treinador e um cuidador de pit bulls. Eles são de Curitiba e de São José dos Pinhais, respectivamente.

A Polícia Civil do Paraná informou que seguiu os dois até a Grande São Paulo e, então, solicitou o apoio de policiais civis de São Paulo. A rinha ficava em Mairiporã, na Região Metropolitana de São Paulo.

De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos devem responder por associação criminosa, maus-tratos contra animais com agravante de morte e jogo de azar.

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: G1

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários