Após um ano no espaço, cientista retorna e reencontra cadela que a esperava eufórica

Tempo, distância, parece que isso não é relevante para os animais. Não importa quanto tempo a gente fique longe, eles não são capazes de nos esquecer

Ter um bichinho de estimação é ter quase todos os sentimentos de uma relação humana, inclusive a saudade.

Agora imagina ficar um ano longe do seu pet, é muito tempo! Mas para cumprir seu - admirável - propósito, a cientista da Nasa, Christina Koch, passou 328 dias a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS), sendo esse o recorde feminino de permanência no espaço.

Ao voltar para sua casa em Houston, nos Estados Unidos, a cientista se deparou com uma grata surpresa, sua cadela não só se lembrava dela, como esperava eufórica e ansiosa pela dona.

Um vídeo foi registrado e rapidamente viralizou, vem conferir!

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários