Fotógrafo cria ONG que leva comida e higiene para sem-teto e seus cães de estimação

Em cerca de cinco anos de operação, uma ONG de assistência social já ajudou mais de 1,5 mil moradores de rua e seus respectivos cães em São Paulo (SP), levando água, comida e higiene para um grupo marginalizado da população.

O Projeto Moradores de Rua e seus Cães foi fundado pelo fotógrafo Edu Leporo, amante de fotos e ensaios de doguinhos. Em 2015, Edu decidiu transformar o hobby em algo que pudesse fazer a diferença.

Foto: Instagram /  eduleporo
Foto: Instagram / eduleporo

Aliando o amor por cães com o desejo de voluntariar também pela população de rua da capital paulista, o fotógrafo transformou o projeto em uma grande ação social reconhecida em toda a cidade, que já teve 39 edições.

Foto: Instagram /  eduleporo
Foto: Instagram / eduleporo

A cada mutirão, os animais tomam banho, recebem caminhas, roupinhas, brinquedos e ração. Além disso, também ganham atendimento veterinário. Além dos pets, a ONG também ajuda seus donos com comida, banho e atendimento médico. Edu explica que a intenção é ajudar a situação como um todo.

Foto: Instagram /  eduleporo
Foto: Instagram / eduleporo

"Falta compaixão por parte das pessoas, por isso criei a ONG, para lançar luz sobre os invisíveis. A mensagem que quero passar é: abra seus olhos, coração e mente. Ajude", diz o fotógrafo.

Foto: Instagram /  eduleporo
Foto: Instagram / eduleporo

"Seria muito bom se existisse ações maciças de conscientização desde a pré-escola, se ações de castração, vacinação e distribuição de alimentos fossem incentivadas. Outro ponto importante é que haja uma garantia de vagas em abrigos municipais para os cães e seus tutores", ressalta Edu.

Foto: Instagram /  eduleporo
Foto: Instagram / eduleporo

"São mais de 2 milhões de animais só nas ruas de SP! Falta uma ação em massa do poder público para imunizar contra doenças, parasitas e o mais importante, oferecer castração! Só assim vamos minimizar abandonos e maus-tratos!", concluiu.

Foto: Instagram /  eduleporo
Foto: Instagram / eduleporo

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários