Veterinário canta para seus pacientes para confortá-los e o método conquista cadela que tinha pavor de consultas - assista

Esse foi literalmente o encontro perfeito!

Assim como os humanos têm os seus medos e aflições, os animais não são diferentes e não é difícil perceber quando eles contestam algo, como ir ao veterinário, por exemplo. Não há nada de errado nisso, até porque a maior parte das consultas não é tão agradável assim, e podemos comparar essa situação como ir ao dentista, e você sabe sobre o que estou falando.

A cadela Sadie é muito divertida e atrevida como conta Kaeley Simek, mãe de Sadie, mas se tem uma coisa que ela abomina, é ir ao veterinário. Isso não significa que Sadie tenha passado por alguma experiência traumática, mas convenhamos que levar picadas de agulha não é exatamente a coisa mais agradável do mundo.

Foto: Arquivo Pessoal / Kaeley Simek
Foto: Arquivo Pessoal / Kaeley Simek

Sensibilizada, Kaeley procurou diferentes veterinários na esperança de encontrar um profissional que tivesse uma metodologia própria para acalmar os cães durante as consultas, e depois de muitas tentativas e procuras, ela finalmente encontrou o Dr. Noah, que atende em Shorewood, Wisconsin, nos Estados Unidos.

Alguns dos diferenciais do veterinário era que ele não atendia de jaleco, o que por si só já causava uma primeira impressão menos arredia por parte dos animais. Chegando na primeira consulta, Sadie e seus pais tiveram outra surpresa: o Dr. Noah costuma cantar para os seus pacientes.

Foto: Arquivo Pessoal / Kaeley Simek
Foto: Arquivo Pessoal / Kaeley Simek

“Ele acredita fortemente que a música pode mudar completamente o clima. A primeira vez que fomos com ele, ele cantou para ela e ela acabou no chão beijando-o e ele foi capaz de dar as injeções que ela precisava”, disse Kaeley. “Ele canta para ela desde então. Ele tem o maior coração de qualquer veterinário que eu já vi.”

Assista as visitas de Sadie ao Dr. Noah:

Mesmo que ainda esteja assustada quando chega lá, Sadie definitivamente confia no Dr. Noah mais do que em qualquer outro com quem esteve, e com a ajuda dele e sua música, ela está aprendendo lentamente que o veterinário não é realmente tão assustador quanto achava.

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários