Leões comem caçadores de rinocerontes na África

Pelo menos dois supostos caçadores de rinocerontes foram espancados até a morte e comidos por leões em uma reserva de caça sul-africana, disseram autoridades.Os guardas florestais descobriram os restos mortais de dois, possivelmente três, pessoas em um recinto de leão na reserva de Sibuya, perto da cidade de Kenton-on-Sea, no sudeste.

Um rifle de alta potência e um machado também foram encontrados.

Houve um aumento na caça furtiva na África nos últimos anos, para alimentar a crescente demanda por chifre de rinoceronte em partes da Ásia.

Na China, no Vietnã e em outros lugares, acredita-se erroneamente que o chifre de rinoceronte tenha propriedades medicinais, mesmo sendo feito do mesmo material que as unhas humanas.

O proprietário da reserva de Sibuya, Nick Fox, disse em um comunicado na página do Facebook da reserva que os suspeitos caçadores entraram na reserva no final da noite de domingo ou na madrugada de segunda-feira .

"Não temos certeza de quantos foram - não sobrou muito deles".Vários leões tiveram que ser tranquilizados antes que os restos mortais pudessem ser recuperados, acrescentou Fox.

Nove rinocerontes foram mortos por caçadores na província do Cabo Oriental, onde a reserva está localizada, só neste ano.

Mais de 7.000 foram mortos na África do Sul na última década.

Comentários

Mais em Notícias