Cão recebe correspondências de carteiro há 4 anos e entrega para donos corretamente; vídeo

Nem sempre os cães são os ‘melhores amigos’ dos carteiros, né? Por vezes, eles são um dos principais riscos da profissão, principalmente os cachorros mais ariscos e desconfiados.

Claro que isso não é uma regra, especialmente para o carteiro Mohd Munir Mohd Yusof, de Lenggong, na Malásia, que adora cães.

Um deles, em especial, bastante inteligente, tornou-se um “ajudante” regular na rota de Munir, pois recebe a correspondência de seus donos e entrega para eles sem que o carteiro precise sair de seu veículo para entregar por conta própria.

Foto: Reprodução Facebook / Munir Mohd
Foto: Reprodução Facebook / Munir Mohd

Munir disse que o cão costuma receber as cartas diretamente de sua mão e entrega para seu dono, facilitando a vida do carteiro três vezes por semana.

“O cachorro sabe que sou eu que leva as correspondências para o dono e está sempre esperando do lado de fora para recebê-las”, disse o carteiro.

"Às vezes, quando o dono não abre o portão para o cachorro, ele fica de pé esperando eu entregar as carteiras pela fresta do portão”, complementou.

Em entrevista ao jornal Malay Mail, o carteiro de 29 anos de Tanah Merah, Kelantan, na Malásia, disse também que esta é a primeira vez que encontra um cãozinho tão esperto e proativo em seus oito anos trabalhando na profissão.

"Inicialmente, fiquei surpreso com sua simpatia", disse Munir. “Muitos cachorros rosnariam para mim, mas ele é diferente”.

"Talvez ele tenha se acostumado com minhas idas e vindas pela região”, continuou. Munir acrescentou que o cachorro estava tão acostumado com a rotina de receber cartas dele que "repreendia" o jovem se ele entregasse a correspondência diretamente ao dono.

"O cão insistirá que seja entregue a carta à ele e não ao seu dono". Esperto, né?

Confira o momento que o cãozinho aparece em ação:

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários