Caso de ex-morador de rua imobilizado com sua cadelinha no colo por guardas municipais gera revolta nos internautas

No vídeo não é possível identificar o motivo que justificasse a abordagem agressiva e truculenta dos agentes, mas segundo eles, a confusão começou quando o homem quis entrar no mercado com a sua cadelinha.

Você provavelmente deve ter se deparado com as imagens desoladoras que estão circulando na internet desde segunda-feira (10) e que mostram um senhor sendo imobilizado por agentes da Guarda Civil Municipal enquanto segurava a sua cadelinha no colo.

Depois de muito questionamento sobre o motivo que levou os agentes a tratarem o homem de tal maneira, surgiram alguns pronunciamentos sobre o fato ocorrido em São José dos Campos, no interior de São Paulo.

Segundo os agentes, o tumulto aconteceu depois de um guarda tentar impedir que o senhor, que se chama Jadir e é ex-morador de rua, entrasse no mercado municipal com a sua cadelinha chamada Isabela, pois seria proibida a entrada de animais no local.

Foto: Reprodução Instagram / esdrasandradeoficial
Foto: Reprodução Instagram / esdrasandradeoficial

Após a suposta recusa, Jadir teria atirado café quente no funcionário e foi o que teria dado início a confusão, já que o homem teria solicitado o reforço que abordou o homem e a sua cadelinha de maneira agressiva.

Apesar da declaração dos envolvidos, é possível ver no vídeo Jadir questionando qual seria o motivo dele estar sendo tratado dessa maneira, ao mesmo tempo que afirma não ter feito nada. Depois de imobilizarem Jadir, os guardas o levaram para a delegacia, sem acesso a advogado e sem a sua cadela, que no meio da confusão acabou caindo no chão. Felizmente, depois ele foi liberado e pôde se reencontrar com a sua cadela Isabela.

Assista o reencontro dos dois:

O ato, no entanto, gerou revolta tanto nas pessoas que presenciaram o ocorrido e que afirmaram que o homem não teria feito nada que justificasse a abordagem agressiva, e em outras milhares de pessoas que souberam do fato pela internet.

Foto: Instagram / esdrasandradeoficial
Foto: Instagram / esdrasandradeoficial

O prefeito da cidade, Felício Ramuth, publicou um vídeo na internet reconhecendo excesso na conduta dos agentes e se desculpou com o idoso. “Em nome da cidade, eu quero pedir desculpas ao senhor Jadir e para Isabela.”

A Polícia Civil ouviu os envolvidos no caso e instaurou um Boletim de Ocorrência (B.O) contra Jadir, por desacato à autoridade. Um documento por lesão corporal contra a equipe também foi registrado por testemunhas que presenciaram a ação. As imagens da ocorrência estão sendo analisadas pela Corregedoria da Guarda Civil Municipal.

Veja o vídeo:

Independente do motivo que tenha dado início ao ocorrido, nada justifica tratar uma pessoa dessa maneira, especialmente quando há um animal indefeso envolvido. Que todas as providências sejam devidamente resolvidas!

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários