Homem é flagrado com mais de 60 filhotes de shih-tzu em porta-malas de carro para comercializar no nordeste do país

Ao longo do percurso, três filhotes não resistiram à situação deplorável em que se encontravam e acabaram morrendo; homem foi detido pela PRF.

A ganância por dinheiro de algumas pessoas, lamentavelmente, se sobressai sobre o respeito e a dignidade com que os animais merecem ser tratados, e acaba os colocando em situação de risco.

Um homem, de 56 anos, foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) carregando 63 filhotes, da raça shih-tzu, amontoados dentro de caixas em um veículo, no último dia 28.

Foto: Facebook / PRF Bahia
Foto: Facebook / PRF Bahia

O flagrante, ocorrido na BR-242, em Itaberaba, na região da Chapada Diamantina, Bahia, foi feito depois que a PRF recebeu a denúncia que o veículo havia abandonando três filhotes um pouco antes na mesma rodovia.

Ao abordarem o homem, os policiais constataram as péssimas condições que os animais eram transportados, três inclusive, morreram devido à precariedade em que se encontravam.

Foto: Facebook / PRF Bahia
Foto: Facebook / PRF Bahia

Os filhotes estavam aglomerados em um total de 14 caixas e aparentavam estar debilitados, desidratados e fracos. À PRF, o motorista informou que saiu com os animais de Goiânia (GO) e os comercializaria em pet shops de Salvador, na capital baiana, além das cidades pernambucanas de Recife e Petrolina.

Foto: Facebook / PRF Bahia
Foto: Facebook / PRF Bahia

Embora o indivíduo tenha apresentado a cópia de um "Atestado Sanitário para o Trânsito de Cães e Gatos", ele não soube informar onde estaria o documento original, tampouco, mostrou qualquer registro de vínculo com os filhotes que carregava.

Por conta disso, ele foi enquadrado no crime de maus-tratos de animal doméstico, previsto na Lei Ambiental. Em desfavor do homem, foi lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência e os animais foram encaminhados para o órgão ambiental competente para cuidados e demais providências cabíveis. Não há detalhes se o motorista detido permaneceu preso.

Veja o momento em que a polícia resgata os filhotinhos:

Infelizmente, esse é o lado negro - porém, mais comum do que imaginamos - sobre o comércio de animais. Sabemos que há muitos criadores respeitáveis e que tratam seus animais com muito amor e dentro das normas legais de canis. Não devemos generalizar, respeitamos a liberdade de cada um em escolher um amiguinho de quatro patas de raça ou não. Seguimos denunciando e informando a população sobre maus criadores, como foi esse caso lamentável.

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários