Casal resgata gato minutos antes de ser jogado em compactador de lixo

Por
em Notícias

Um gatinho que estava dormindo dentro de um latão de lixo foi resgatado minutos antes de ser literalmente jogado em um compactador de detritos, onde teria uma morte certa.

Graças à Raymond Deidesheimer e sua namorada, o felino está a salvo e foi adotado. Eles vivem no Bronx, Nova York (EUA).

Raymond conta que estava caminhando por uma rua na manhã da última quarta-feira (21) quando ouviu um barulho estranho vindo de uma pilha de lixo. Ao se aproximar, viu o gato sonolento tentando pegar no sono, alheio à situação.

Resgate no momento exato

O rapaz tirou o bichano do latão e o levou para casa. Minutos depois, o caminhão de lixo passou e tudo que estava dentro da pilha foi compactado. O gatinho não poderia ter sido salvo em melhor hora!

Em casa, Raymond entrou em contato com a ONG Little Wanderers NYC, um grupo de resgate de gatos do Bronx. O grupo chamou o rapaz de ‘herói genuíno’ em uma postagem no Instagram e decidiu homenageá-lo batizando o gato com o nome de ‘Raymond’.

Lisa Scroggins, fundadora da Little Wanderers, disse ao portal HuffPost que o casal avistou o gato minutos antes da coleta de lixo marcada para aquele dia.

Como o bichano estava ‘escondido’ entre os sacos de lixo, os garis provavelmente não o teriam visto - abrindo espaço para o pior acontecer.

Lar adotivo

Os Little Wanderers encontraram um lar adotivo para o gato, e sua nova família agora planeja acolhê-lo permanentemente. Um post publicado na última sexta (23), mostra o gatinho Raymond se acomodando em sua casa enquanto a voz de uma mulher fala com ele ele ao fundo.

O passado do felino é incerto, mas Lisa diz que o gato às vezes "se encolhe" do nada e prefere ficar sozinho, como se tivesse medo de ser agredido. Mas, no geral, ela disse que Ray é um ‘amorzinho’.

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários

Últimas histórias