Infecção urinária em cães - sintomas e tratamentos

Por
em Dicas

A infecção urinária entre os cães é mais comum do que se imagina.

Tal qual ocorre entre os seres humanos, ela pode ser bastante desagradável e dolorosa, graças à sensação de ardor ao urinar.

Felizmente, uma vez levado ao veterinário para diagnóstico e tratamento, essas infecções irão desaparecer com relativa rapidez e seu amiguinho logo estará de volta ao normal.

Se você está se perguntando sobre os sinais de infecções de urina em cães e deseja saber as opções de tratamento disponíveis, continue lendo, pois elaboramos um guia prático com tudo o que você precisa saber, segundo a Purina.

Infecção urinária canina

Trata-se da inflamação do trato urinário, tornando-o desconfortável para urinar. Seu cão pode se esforçar ao urinar e a urina pode conter sangue. Essas infecções do trato urinário (ITU) são comumente causadas por bactérias, incluindo a ‘E coli’, mas alguns fungos também podem causar uma infecção.

As ITUs também podem ser causadas por pedras na bexiga, e a incontinência em cães mais velhos também pode levar a uma infecção.

Surpreendentemente, as infecções urinárias dos cães são mais comuns do que você pensa.

De acordo com o American Kennel Club, é uma das doenças infecciosas mais comuns em cães e cerca de 14% irão contraí-la em algum momento da vida.

Existem cães mais predispostos?

Qualquer cão pode ter uma infecção de urina, mas há alguns que são mais prováveis ​​de serem afetados. Cães mais velhos são mais propensos a pegá-las, assim como as cadelas, porque têm uma uretra mais curta.

Além disso, cães com problemas de saúde pré-existentes, como doença renal crônica e doença de Cushing, correm mais risco de contrair uma infecção de urina canina.

Sintomas de infecções urinárias em cães:

Se o seu cão tem uma infecção de urina, eles podem exibir alguns dos seguintes sinais:

  1. Dificuldade para urinar - eles podem parecer que estão fazendo força e podem choramingar de dor;

  2. Urinar com frequência e quase não sai nada;

  3. Esquecer seu treinamento doméstico - eles podem começar a urinar em casa novamente, nos lugares em que ele não costuma fazer;

  4. Sangue na urina;

  5. Lambidas frequentes - eles podem lamber constantemente ao redor da abertura urinária;

  6. Febre sem motivo;

  7. Mau odor, com cheiro forte;

  8. Sede aumentada - devido à micção mais frequente, seu cão pode beber com mais frequência para tentar restaurar seus fluidos corporais

  9. Fadiga - pode parecer mais cansado ou lento do que o normal.

Se você suspeitar da doença, leve-o ao veterinário para um diagnóstico. Quando não tratadas, essas infecções podem causar problemas como disfunção do trato urinário inferior, pedras nos rins ou na bexiga, envenenamento do sangue e até mesmo infecção renal em casos mais graves.

Diagnóstico

O veterinário pedirá detalhes sobre os sintomas que seu cão tem e, em seguida, fará um exame completo, que pode incluir a coleta de uma amostra de urina, que pode ser cultivada para ajudar a identificar as bactérias envolvidas.

Tratamento

Depois que seu veterinário confirmar que é uma infecção urinária, geralmente é um caso simples de prescrever, com antibióticos corretos para limpar a infecção, se for considerado que uma bactéria é a responsável.

Felizmente, depois de administrado, os sintomas geralmente desaparecem de maneira relativamente rápida. Para garantir que seu cão recupere a saúde total rapidamente, é importante que você mantenha a quantidade recomendada de antibióticos durante o tempo estipulado pelo veterinário.

Parar o tratamento muito cedo pode fazer com que a infecção reapareça. Se a infecção da urina do seu cão parecer persistir por muito tempo, volte ao veterinário e ele poderá ver um método alternativo de tratamento.

O importante é que, se você suspeitar que seu cão tem uma infecção de urina, leve-o imediatamente ao veterinário. Elas podem ser dolorosas e desconfortáveis, por isso é importante tratá-las o quanto antes para que eles possam voltar a ser o cão feliz e saudável que você conhece e ama.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.