Homem presenteia namorada com 'mini porco' que se transforma em um gigante de 89 quilos

Por
em Notícias

Ao contrário da maioria das pessoas que sonham em ter um gatinho ou um cãozinho como animal de estimação, Teresa Ruddel sempre quis ter um porquinho para cuidar dentro de casa. O seu companheiro, Don Plemmons, resolveu atender o desejo da amada e presenteá-la com um porquinho, que ele imaginou ser um mini porco.

Segundo o jornal britânico Metro, o casal, que vive em Clyo, Geórgia, EUA, não contava, no entanto, que o seu porquinho se transformaria num leitão.

A surpresa feita em maio de 2017 deixou Teresa surpresa, de duas maneiras.

“Ele disse que houve uma grande liquidação na loja e voltou com um monte de bacon e costeletas de porco”, relembra. "Eu não podia acreditar quando ele teve a coragem de me pedir para ajudar a descarregar tudo, eu era vegetariana na época e agora sou vegana! Eu abri o carro dele e lá estava Ollie em uma caixa olhando para mim. Eu estava em total descrença e choque. Don me disse que eu merecia ser feliz", conta Teresa.

Realizada com o seu novo bebê, Teresa cuidou e mimou muito Ollie e não demorou para perceber que o seu bebê não era tão bebê assim.

"Seja qual for o animal que você me der, não vou desistir, então não foi grande coisa. Ele é meu e sempre será. A única diferença que fez foi que ele acabou ficando com um quarto inteiro só para ele", brinca Teresa.

Ollie é sensação dentro e fora de casa. Além de possuir sua própria conta no Instagram, ter um ótimo convívio com seus irmãos caninos e felinos, Ollie, agora com 89 quilos, adora sair para passear e visitar o Starbucks, onde ele toma os seus puppuccinos, cuja bebida é própria para animais.

"Ollie pode não ser pequeno, mas amamos cada centímetro dele. Com ele, a vida nunca é em vão", declara a dona apaixonada.

Para acompanhar as últimas palhaçadas do Ollie no Instagram, siga @ollieandthecrew.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com