Gata corajosa pensa que é um leão e bota grupo de veados para correr; vídeo

Esse é um gatinho que se garante! Veja o vídeo.

Por
em Notícias

Os gatos são, muito provavelmente, um dos animais mais corajosos da terra e eu posso provar.

Não importa o tamanho dos oponentes e nem em quantos eles estão, um gato sempre vai estar ali, pronto para afrontá-los, como fez essa gatinha metida que colocou para correr um grupo de veados.

A gatinha, que descobriu chamar-se Pam, é filmada pelo dono em uma fazenda observando na espreita três cervos inocentes que ficam curiosos pelo bicho pequeno e peludo.

“Pam, a gata feroz, enfrenta uma manada de cervos na selva e os espanta”, disse o dono.

Pam, permanece imóvel, encarando os seus adversários que, depois de uns minutos, resolvem abrir a guarda e tirar a concentração da gatinha indefesa. E é nesse momento que Pam aproveita para dar o bote, como um leão.

Bem, na verdade, ela nem saiu do lugar, só ameaçou avançar em um deles, mas foi o suficiente para colocar os três veados para correr apressadamente. Ela deve ter dado boas risadas internamente e eu não tenho dúvidas disso!

Assista ao vídeo:

Vai ver ela pensa que é um leão, mas ninguém lhe avisou que lhe falta um pouco de tamanho. Mas a coragem, sabemos, é de um.

Gato ou leão: diferenças entre gato selvagem e gato doméstico

O gato selvagem é muito mais agressivo por natureza, ao passo que o gato doméstico é mais propenso a formar memórias e aprender por meio de estímulos baseados em recompensas, bem como tolerar e até mesmo desfrutar da interação e do contato humano e de viver com o cão da família. Diferenças a parte, conheça algumas semelhanças:

  • Tanto os gatos selvagens quanto os domésticos passam de 16 a 20 horas por dia dormindo.
  • Gatos selvagens e domesticados têm um grande olfato e ambos usam a boca aberta para cheirar melhor.
  • Gatos selvagens e domesticados se limpam muito, de 30 a 50 por cento de suas horas de vigília.
  • Todos os gatos, grandes e pequenos, perseguem suas presas e geralmente confinam sua caça ao anoitecer, à noite e ao amanhecer.
  • Muito parecido com o miado e o chilrear que você ouve do seu gato, os grandes felinos têm suas próprias maneiras de “falar” uns com os outros que podem soar semelhantes.

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com