Festa de fim de ano: 5 cuidados básicos com seu gato

Vanessa Zimbres, médica veterinária especializada em medicina felina, elenca os principais sinais de alerta típicos desta época do ano

Por
em Notícias

Todo dezembro é a mesma coisa: férias, festas, visitas, rotina atípica. Para os humanos, é um dos momentos mais aguardados, mas nem sempre os gatos estão preparados para tanta mudança. Para eles, os excessos causam estresse e são desafiadores, afinal, os peludos têm seus costumes e são sensíveis às alterações radicais em seu ambiente. O ideal é garantir que eles fiquem em um local seguro, sem que as pessoas os incomodem.

“Este é o momento de ficar de olho em tudo: decoração de Natal, alimentos que caem no chão, muito movimento na casa, fogos de artifício, coisas deixadas sobre a mesa, embrulhos de presentes e afins. Todo cuidado é pouco”, orienta a médica veterinária especializada medicina felina, Vanessa Zimbres, proprietária da clínica Gato É Gente Boa, a primeira do interior paulista a obter o selo Cat Friendly Practice Gold.

Para garantir que os felinos fiquem seguros durante as festas de fim de ano, a profissional elenca cinco cuidados básicos para evitar alguns perigos específicos deste período do ano.

Árvores de Natal

Luzes, enfeites de todos os tipos e tamanhos. Estes são, inegavelmente, os maiores atrativos para os gatos, que acabam subindo nelas e derrubando tudo. Para evitar acidentes, experimente deixá-la presa a algo ou colocá-la em um ponto alto onde ele não costuma subir.

“A atenção aos objetos de decoração é fundamental. Alguns podem se quebrar e machucar os gatinhos ou mesmo ser ingerido por eles e causar problemas ainda maiores”, orienta Vanessa.

Comidas

Há alimentos humanos que são extremamente perigosos para os gatos. Chocolate e uva-passa, por exemplo, podem causar intoxicação, diarreia e danos aos rins. O ideal é não deixar nada ao alcance dos felinos, seja sobre a mesa ou quando caem no chão.

“Uma boa dica é deixá-los em um ambiente separado com tudo o que eles precisam: caixa de areia, comida, água, lugar para dormir e brinquedos”, aconselha.

Papel de presente, laços e fitas

Esses materiais, geralmente, coloridos e cheios de brilho, podem até ser atrações divertidas, mas são extremamente perigosas.

“Ao abrir um pacote de presente, ou mesmo para os enfeites da árvore, o tutor precisa logo jogar em uma lata de lixo para evitar que os gatos cheguem perto e possam ingerir algum material. Portanto, o tutor precisar considerar a possibilidade de dispensar laços e fitas para manter os gatos seguros”, pontua a veterinária.

Plantas venenosas

Os gatinhos, simplesmente, não resistem em morder as plantas. A maioria delas, no entanto, são seguras. Mas há algumas, tradicionais nas festas de Natal e Réveillon que, se ingeridas, podem causar dor de estômago nos peludos.

“Os lírios, por exemplo, são extremamente venenosos para os gatos. Para quem tem em casa, a dica é deixá-los fora do alcance dos gatos, em um ambiente onde eles não vão de forma alguma”, indica Vanessa, que completa: “Se o tutor notar algum comportamento diferente, deve levar o gato, imediatamente, ao veterinário”.

Fogos de artifício

Para nós, pode ser lindo assistir à queima de fogos, mas para os peludos, pode ser uma experiência altamente assustadora. E gatos assustados podem fugir, se perder e se envolver em acidentes. Neste momento, é fundamental certificar-se de que eles estão em total segurança.

“Se o seu gato é daqueles que gosta de se esconder, deixe algumas caixas de papelão espalhadas, estrategicamente, pela casa, e evite abraçá-los, tratando-os normalmente e acariciando-os, apenas, se ele for até você. Seu gato se sentirá mais seguro, se puder se esconder”, finaliza a veterinária da clínica Gato É Gente Boa.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Médica Veterinária graduada pela Universidade Federal de Uberlândia. Especializada em Medicina Felina, pela Universidade Anhembi Morumbi, e em Clínica Médica e Cirúrgica de Felinos, pelo Instituto Qualittas. Sócia-proprietária da Clínica de Medicina Felina Gato é Gente Boa em Itu (SP).