Cachorro escolhe as posições mais estranhas para dormir que rendem as melhores fotos

Por
em Notícias

Os cães costumam encontrar suas próprias preferências para as mais variadas tarefas e o cão Howard atribuiu isso na hora de dormir. Com posições estranhas e, aparentemente, nada confortáveis, ele consegue dormir em qualquer canto. Literalmente.

Seja com parte do corpo para o sofá e a outra parte no chão, Howard, ou de joelhos, a mistura de labrador e golden retriever parece não ter a mínima noção de espaço - e do seu tamanho.

“Ele sempre foi enorme e não presta atenção em nada”, disse a dona, Kimberley Spencer, ao The Dodo. “Howard tem quase 45 quilos, mas pensa que tem 11kg. Quando ele se estica na cama, seu corpo tem cerca de 5 pés (1,52 m) de comprimento - coincidentemente, o mesmo que a minha altura.”

Quando não está acordado, a dona afirma que ele gasta - e muito bem - toda a sua energia -, mas não imagina o quão forte e extravagante ele realmente é.

“A cauda dele é como uma arma da qual tenho que alertar as pessoas porque dói quando você é atingido por ela”, disse Spencer.

E na hora de dormir, Howard não fica menos estranho, pelo contrário, é nessa hora que ele revela toda a sua peculiaridade.

“Ele adora se esticar com as pernas esticadas para trás, dormindo de barriga para baixo enquanto está na cama, da mesma forma que eu durmo”, disse Spencer. “Mas desde que ele era um filhote, ele colocava as patas dianteiras ou a metade dianteira de seu corpo nos móveis e nunca a metade traseira.”

As posições de Howad não são novidades para os donos, mas durante a quarentena, que eles ficam mais tempo em casa, eles tem as presenciado - e registrado - com mais frequência.

“Ele adora se esticar com as pernas esticadas para trás, dormindo de barriga para baixo enquanto está na cama, da mesma forma que eu durmo. Mas desde que ele era um filhote, ele colocava as patas dianteiras ou a metade dianteira de seu corpo nos móveis e nunca a metade traseira”, conta Spencer.

Os donos não sabem explicar o que leva Howard a escolher posições tão desafiadoras, o resultado é adorável - e hilário, é claro.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com