Julgada erroneamente, dona de gato implora para que internautas parem de criticá-la pelo tamanho de seu felino

Por
em Notícias

O sobrepeso do gatinho chamado Squishy, que vive em Chicago, Estados Unidos, faz com que muitas pessoas julguem erroneamente a sua dona, Lauren AR Masterson. Ao verem o gato, que pesa cerca de 16 kg, as pessoas pensam que ele está assim por comer demais.

Conforme o portal de notícias Metro, a dona diz que ele é desse tamanho por conta de uma complicação de saúde, devido a uma síndrome causada por um tumor em seu cérebro, que secreta um excesso de acromegalia, um hormônio do crescimento.

“As pessoas estão sempre fazendo acusações sobre como eu cuido do meu gato. Eles presumem que eu sou uma idiota ou uma pessoa negligente que está superalimentando Squishy de propósito”, desabafa Lauren.

A realidade é bem diferente do que as pessoas pensam e o Squishy costuma comer cerca de 3/4 de xícaras de comida por dia. Quando a dona revela a porcentagem disponibilizada ao felino, novamente surgem novas críticas. Apesar disso, Squishy é acompanhado assiduamente por um médico veterinário.

“Eu sou chamada de 'cruel’ por dar-lhe tão pouca comida para o seu tamanho, embora eu esteja seguindo as instruções do veterinário. As pessoas muitas vezes assumem diferentes diagnósticos médicos e tentam me dizer o que devo fazer, quando a verdade é que meu veterinário e eu temos trabalhado durante há anos, tentando coisas diferentes e mudando nosso plano para ele o melhor que pudermos. É frustrante lidar com todos os 'técnicos veterinários de poltrona' por aí”, diz Lauren.

Embora a condição possa favorecer o desenvolvimento de diabetes, a dona tem dedicado toda a sua atenção, aliada a especialistas, para a saúde do seu gatinho gordinho. Apesar do sobrepeso, Lauren garante que ele é naturalmente um gato grande e que adora abraços.

Apesar de ser muito carinhoso, a dona diz que evita pegá-lo no colo desnecessariamente, pois é algo desconfortável para ele.

“Squishy é um gato enorme, mas ele é tão amoroso. Espero que sua história ajude as pessoas a entender porque alguns gatos são mais corpulentos do que outros”, acrescenta Lauren.

Obesidade em gatos

A obesidade felina - geralmente vista como peso corporal 20% ou mais acima do peso normal - é o distúrbio nutricional muito comum observado entre os gatos domésticos. Seus sinais clínicos são claramente aparentes e, quando observados, devem ser levados a sério e tratados sem demora junto ao médico veterinário, pois a obesidade certamente inibirá a propensão normal de um gato para a atividade física e também comprometerá sua qualidade de vida.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com