Dona implora para vizinhos pararem de alimentar sua gata roliça: 'Não passa mais pela aba da porta'

Por
em Notícias
Por mais convincente que seja a carinha da gatinha pidona, dona suplica para que vizinhos parem de alimentá-la, pois teme pela saúde da bichana.

A gata Íris, que vive em Exmouth, Devon, Inglaterra, adora ser o centro das atenções e, além de ser mimada em casa, ela exige que a dona, Sheena Wilson, dê à ela liberdade para que ela possa andar pela vizinhança, segundo informou o site britânico Metro.

Quando se tem um bichinho em casa, tudo o que os donos desejam é amá-los de todo o coração, alimentá-los bem e mimá-los muito. Mas, como tudo na vida, o excesso pode ser prejudicial e, nesse caso, a culpa nem é dos donos.

Não há nada de errado em a gatinha querer dar umas voltinhas por aí, exceto pelo fato de os vizinhos darem muitas guloseimas à Íris. É bem provável que ela faça a expressão mais chantagista de todas ao ponto de garantir uma 'boquinha' fora de casa.

"A dieta dela não está indo muito bem, ela está ficando cada vez maior. Mas não podemos mantê-la dentro de casa, Iris fica estressada se não puder sair", explica Sheena.

Apesar das boas intenções dos vizinhos, Iris engordou muito, dobrando o peso, o que vem a ser prejudicial para a sua saúde. A dona está tentando proporcionar uma alimentação saudável dentro de uma dieta, mas as saidinhas de Íris tem estragado o plano.

"Há algum tempo ela nega estar de dieta e continua implorando por guloseimas. Está se tornando um problema para ela agora, pois apenas sua cabeça cabe na aba da passagem da porta que fizemos para ela", diz.

Quase sem alternativas, a família fez um apelo aos vizinhos por meio das redes sociais.

"Pelo amor dos bichinhos de estimação e da gorda Íris, se você vir essa amiga peluda fingindo que foi negligenciada e tem a barriga vazia, PARE de alimentá-la".

Embora seja difícil resistir ao charme de Íris, a família espera contar com a contribuição da vizinhança.

"Ela é um pouco diva e gosta de ser o centro das atenções. Ela é a única com permissão para ficar em nossa cama e não deixa os outros gatos entrarem", relata Sheena.

Como evitar a obesidade em pets:

- Incentive a prática de exercícios;

- Escolha o tipo certo e a quantidade de alimentos ideal;

- Monitore regularmente o peso;

- Limite ou elimine guloseimas e sobras de comida;

- Fique atento a todos os fatores que podem contribuir com o ganho de peso ou possíveis doenças;

- Leve-o ao veterinário sempre que possível.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com