Cachorro cuida a noite toda de amigo vítima de acidente até socorro chegar

Por
em Notícias

Se os animais não são a melhor parte desse mundo, não imagino o que possa ser! Dois cães de rua, agora identificados como Castanha e Caju, protagonizam uma história extremamente comovente, em que um deles foi atropelado e o outro ficou do seu lado por horas até a chegada de socorro.

O caso aconteceu no último domingo (14), em Iguatu, no Ceará, e comoveu milhares de pessoas que souberam da história. Em um vídeo que circulou nas redes sociais, o companheiro do cão ferido, Caju, aparece lambendo e cutucando o seu irmão, na tentativa de mantê-lo desperto. Apesar da forte comoção, Castanha só foi resgatado no dia seguinte.

Em entrevista ao G1, a enfermeira Marina Assunção que auxiliou no resgate, disse que soube do caso ainda no domingo, mas que por falta de veterinário disponível no dia, o resgate só pôde acontecer na segunda-feira (15).

“Na segunda-feira pela manhã recebemos notícias que ambos estavam no mesmo lugar. Fui até lá com minha amiga veterinária e o levamos para uma clínica”, disse.

O sentimento de proteção de Caju com Castanha permaneceu em todo o tempo, e de acordo com Marina, o cão que estava com ele se mostrou agressivo quando ela se aproximou, pois não queria que ninguém encostasse em seu irmão. Apesar disso, em pouco tempo a voluntária ganhou a confiança dele e conseguiu resgatar o cachorrinho ferido, que foi acompanhado pelo seu companheiro fiel.

Veja o vídeo:

“Ele ficou o tempo todo perto do cão ferido, lambia, passava as patas sobre ele como se estivesse tentando reanimá-lo. Quando colocamos o cachorrinho machucado dentro do carro, o outro já foi pulando no banco e assim ficou acompanhando até na hora do atendimento na clínica”, contou Marina.

Na companhia de Caju, Castanha foi medicado, alimentado e hidratado, mas não foi possível diagnosticar uma possível fratura, já que ele não estava andando. Mas em uma atualização, a ONG Adota Iguatu, que está tentando arrecadar recursos para dar continuidade no tratamento do cachorrinho, disse que aos poucos ele já consegue ficar em pé. Enquanto isso, os dois cães estão sob os cuidados de um lar temporário até que o tratamento seja concluído, e então, possam ser adotados.

“Graças a Deus nosso menino está tendo uma boa recuperação, agradecemos o carinho e ajuda de todos. Agora vamos procurar um lar para eles”, escreveu a ONG em seu Instagram.

Desejamos de coração que Castanha se recupere, e que se possível, encontre um lar em que possa permanecer com o seu companheiro fiel que ficou ao seu lado quando ele mais precisou!

Se você quiser contribuir com os serviços da ONG Adota Iguatu, pode ajudar através da vaquinha, clicando aqui.

Caso semelhante aconteceu entre dois amigos porcos

O reino animal nos prova a cada dia como os animais são sensíveis uns para com os outros. Os porquinhos Horton e Henry tinham apenas alguns meses quando foram resgatados pela ONG The Gentle Barn, pois a fazenda no qual eles viviam tinha declarado falência.

Ao se passar um ano do resgate os voluntários perceberam que Horton estava com dificuldades para caminhar, sendo diagnosticado com má conformação necessitando de cirurgia. Henry não abandonou o seu irmão durante a recuperação. Muito carinhoso, ele ficava longas horas ao lado de Horton e ainda levava o feno para que ele pudesse se alimentar. Relembre essa emocionante história:

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com