Protetores de animais salvam cães de serem sacrificados em Cuba

Por
em Cães

Em Havana, Cuba, grupos de ativistas conseguiram salvar dezenas de cachorros de rua que iriam para a eutanásia em um centro de controle de zoonoses. O resgate ocorreu no município de La Lisa e foi noticiado no dia 27 de outubro.

Segundo o portal de notícias Animales Queridos, os ativistas se juntaram usando as redes sociais e se aliaram à Associação Cubana para a Proteção de Animais e Plantas (ANIPLANT) para retirar os animais do Centro de Observação de Saúde Pública, também conhecido como Zoonose, e evitar que os bichinhos fossem sacrificados sem motivo.

O Zoonose é conhecido por injetar estricnina nos animais, uma dose que traz uma morte em três minutos e é invasiva e violenta.

No total foram resgatados 27 cães adultos, 10 filhotes e 3 cadelas que recém haviam parido. Todos eles foram levados para um abrigo ou lar temporário para que possam passar por veterinários e começar a procura de seus lares permanentes.

A ANIPLANT assume que o mérito não é da associação e sim dos ativistas, e se comprometeu em dar os medicamentos e a esterilização para os animais resgatados.

Outros casos

Utilizando o gancho de lar da matéria, vamos lembrar de uma mais leve. Você viu a mulher que decidiu transformar sua casa em um paraíso de gatos?

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Estudante de jornalismo que é apaixonado por tudo que tenha super-heróis, dragões e faroeste (ele se pergunta todo dia quando que vai lançar um filme misturando os três). Gosta de ler, com um favoritismo em fantasia (por que será?) e adora ver séries em geral. Ama estudar sobre criatividade e sociologia. Tem uma doguinha perfeita e sem defeitos chamada Athena. Também gosta de cinema e matar tempo nas redes sociais vendo memes.