Vídeo: Cão da raça pug encontrado sem pelos passa por transformação incrível ao receber amor

Por
em Cães

Veja a história no vídeo abaixo:

Independente da raça, vários cães estão sujeitos ao abandono, injustamente. Um desses cães, é o pug Dex que foi resgatado em condições de calamidade pela equipe do Pug Rescue Austin, em Austin, Texas (EUA).

Na época do resgate, o cãozinho tinha um ano de idade e pesava apenas 5 kg, devido ao avançado grau de desnutrição, além de estar com sarna demodécica, cuja condição fez com que ele perdesse todo o pelo. Além disso, ele estava com a visão gravemente comprometida pela falta de umidade. Sem a intervenção do abrigo, o sofrimento de Dex continuaria e o levaria à morte.

“Ele tinha 'olho seco' (baixa produção de lágrimas) e ambos os olhos estavam infectados. Ele tinha úlceras de córnea dolorosas não só pela falta de produção de lágrimas, mas provavelmente pela coceira constante e por ficar esfregando o rosto, traumatizando seus olhos. Ele apertou os olhos e os manteve fechados na maior parte do tempo”, disse Signe Corbin, fundador e diretor do Pug Rescue Austin, ao The Dodo.

Após o resgate, Dex ainda estava muito debilitado, mas com a ajuda dos banhos medicamentosos para acalmar sua pele inflamada, o seu caso foi sendo aliviado. Já para a sua visão, foi administrado cerca de cinco colírios diferentes a cada duas horas.

“Ele ficou muito assustado nos primeiros dias, mas quando começou a se sentir melhor, ele rapidamente se interessou pelas pessoas e se tornou particularmente apegado ao seu adotante", contou Corbin.

Os esforços dos profissionais não foram em vão e pouco a pouco eles foram ganhando a confiança de Dex, que demonstrou toda a sua felicidade com a ajuda da equipe.

“Depois de mais ou menos uma semana, ele ficou relaxado o suficiente para começar a abanar o rabo, e depois de outra semana, ele começou a gostar de brincar e interagir com outros cães”, compartilhou a equipe.

O caso de Dex foi acompanhado desde o início pelos seguidores do Pug Rescue Austin que se apaixonaram pela sua história, entre eles Beth Legacki. A família de Beth já havia adotado cerca de cinco cães da raça pug, todos resgatados pelo Pug Rescue Austin, mas estavam decididos a acolher mais um.

Assim que esteve recuperado o suficiente, o pequeno Dex foi disponibilizado para a adoção e os contemplados foram os Legacki,

“Eu chorei. Ele era tímido, mas eu sabia em meu coração que ele pertencia à nossa casa”, contou Beth.

Não demorou muito para que ele se sentisse em casa com os seus pais e novos amigos. O que não faltava para Dex era amor e companhia para brincar.

“Ele se tornou muito dominante de uma forma adorável. Ele é minúsculo, o mais confiante do nosso bando. Ele está super orgulhoso e sabe que tem credibilidade conosco”, afirmou a família.

Além disso, Dex não desgruda em nenhum momento dos seus humanos, especialmente na hora de dormir.

“Ele nos faz rir. Ele traz calor e amor. É difícil não ficar emocionado quando olhamos para ele e pensamos sobre de onde ele veio. Nossa casa está cheia de cães que foram abandonados e não poderíamos imaginar uma vida sem eles”, concluiu Beth.

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com