Cãozinho segura a mão de seu dono para atravessar a rua no Nepal - veja o vídeo

Talvez uma das primeiras lições que uma criança aprende ao sair de casa é ter bastante cuidado ao atravessar a rua e dar a mão ao responsável para atravessá-la com mais segurança.

Surpreendente notar que um cãozinho de Katmandu, no Nepal, tenha seguido a risca tal lição com seu dono numa movimentada avenida da capital da nação asiática.

Num vídeo gravado por Natalie Compton, jornalista norte-americana que viajou como correspondente para o Nepal para cobrir novidades no Acampamento Base do Everest, é possível ver o cachorrinho dando às mãos ao seu dono para atravessar a rua. Muito fofo!

"Passei alguns dias em Katmandu antes do início das caminhadas", disse Natalie ao portal The Dodo.
"Eu encontrei um ginásio local para manter o meu treino para a caminhada, e estava sentado fora do ginásio descansando depois do meu treino. As ruas de Katmandu são fascinantes para assistir."

Ao ver o cãozinho parado na rua com seu dono, sentindo que algo incrível estava para acontecer, Natalie começou a gravar um vídeo.

"Eu tinha visto um milhão de cachorros fofos desde que cheguei à cidade, alguns vestindo suéteres, mais amigáveis ​​e curiosos", disse. "Eu comecei a tirar um vídeo do cachorro só porque isso é apenas uma coisa que eu faço como uma boa milenar que ama cães."

Logo a jornalista viu algo incrível acontecer.

"De repente, seu dono convocou sua pata", disse Natalie.

A dupla, humano e cão, então começaram a andar seguramente pela rua movimentada. "Eu não podia acreditar no que estava vendo quando eles atravessaram a rua desse jeito".

Veja o vídeo:

O cachorro é um dos animais mais amados e respeitados do Nepal, uma das maiores nações budistas do planeta.

Todos os anos o país comemora o “Kukur Tihar”, um tradicional festival que valoriza e agradece a companhia dos cães por sua amizade e lealdade ímpares. Na celebração, os cachorros recebem lindas guirlandas florais, coroas e claro, comida.

Na publicação de Natalie, ela comentou: “[Estes foram] os 15 segundos mais surpreendentes de toda a minha vida, de longe!”. E olha que ela já viajou para o mundo todo, conhecendo as mais diversas pessoas, culturas, animais e nacionalidades.

"Amor que você começou a gravar quando era apenas um cachorro normal", observou um amigo. "Tipo, só ver um cachorro já foi o suficiente."

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Mais de Gabriel Pietro

Comentários

Mais em Notícias