Capela produz vídeo encenando o nascimento de Jesus com cães como atores

Por
em Cães

Uma encenação de Natal recentemente viralizou nas redes sociais. As cenas que contam a história de José, Maria e o menino Jesus são protagonizadas por cães.

A reconstrução da história contou com a participação de três sábios whippets e um cruz-pug representando o menino Jesus na capela Gellionnen no Reino Unido.

Enquanto os cães que atuam devidamente fantasiados, Rory Castle narra a jornada de Maria e José até o estábulo onde Jesus nasceu.

Em uma das cenas, um estalajadeiro, interpretado por um collie-cross, conduz Maria e José ao estábulo após não haver mais quartos na estalagem.

O clipe levou horas para ser produzido e editado, nele há alguns efeitos especiais para simular luzes e brilho. Além disso, todos os personagens possuem figurinos característicos e o menino Jesus está envolto em panos.

A ideia partiu do reverendo Castle e de sua fiel congregação que propuseram inovar com um elenco canino e entreter a comunidade local.

“Temos uma equipe de organizadores de eventos que teve a ideia de um presépio canino”, contou o reverendo Castle, de 34 anos, ao Mail Online.
“Honestamente, nós pensamos que era um pouco louco no início, mas quando paramos de rir, pensamos: por que não?”, acrescentou ele.

A produção contou ao todo com nove cães. A equipe preferiu não fazer testes, mas escolher as raças de cães que melhor se encaixavam nos papéis.

“Em uma delas, estávamos tendo discussões como: Qual cachorro se parece mais com um menino Jesus? Qual raça de cachorro seria o melhor pastor, que são conversas estranhas para se ter”, destacou Castle.
“Nós nos divertimos muito com tudo - embora tenhamos levado algumas horas com os cães correndo por toda parte e tenhamos feito muitas repetições”, pontua.

Ele também lembra que foi um pouco caótico filmar com tantos cães diferentes, mas que no final acabou tudo dando certo.

“Nosso maior desafio foi a edição e um de nossos membros, Sean, é quem devemos agradecer por isso”, detalha o reverente.
“O filme passou algumas semanas em produção e ele o montou perfeitamente, o que era um trabalho árduo quando os cães apenas agiam por alguns segundos de cada vez”, finalizou Castle.

Veja o vídeo:

Veja também:

Retrospectiva 2021 - Histórias de pets que marcaram o ano

Uma jornalista quase formada de 21 anos, completamente apaixonada por futebol e animais. É daquelas pessoas que não podem ver um cachorro ou gato na rua que já quer fazer carinho... Do tipo curiosa, gosta de contar boas histórias e aquecer o coração de seus leitores. Um pouco indecisa para os títulos das matérias, confesso, mas dedicada ao ponto de procurar sempre escolher as melhores palavras. Prazer, sou Letícia Michele Schneider, atualmente moradora de Passo Fundo (RS), tenho o sonho de deixar o mundo um pouquinho melhor e quem sabe um dia estar à beira do gramado entrevistando os jogadores da dupla Grenal.