Ato heroico: cachorra leva policiais até seu dono acidentado que sofria de hipotermia

A cachorra Tinsley correu entre as rodovias interestaduais 89 e 91 para que os motoristas chamassem a patrulha rodoviária

Por
em Cães

Tinsley é um cachorra da raça Shiloh Shepherd que vem sendo comparada a “Lassie” da vida real depois de levar a polícia até seu dono acidentado. A canina de um ano de idade é moradora de New Hampshire, nos Estados Unidos, e agora também uma grande heroína local.

Na segunda-feira (3), Tinsley, seu dono Cam Laundry e mais um passageiro chamado Justin Connors sofreram um acidente de carro em Hartford. Os dois foram arremessados para fora do veículo e já estavam sofrendo de hipotermia em meio ao tempo gélido do local.

A canina então correu loucamente onde as rodovias interestaduais 89 e 91 se encontram, na fronteira de New Hampshire com Vermont, a fim de alertar os motoristas para chamarem a patrulha rodoviária.

Quando os policiais chegaram ao local, confundiram Tinsley com uma cachorra abandonada e tentaram pegá-la. Mas ela continuou correndo até o local do acidente. Lá, os policiais viram uma lacuna na grade de proteção e descobriram uma picape bastante danificada que havia capotado.

"Rapidamente ficou claro que Tinsley levou (a polícia) ao local do acidente e aos ocupantes feridos", disse a polícia de New Hampshire em um comunicado na sua página do Facebook.

O policial Daniel Baldassare contou ao canal de notícias local WCVB que era possível notar que a cadela queria mostrar algo a eles, pois ela tentava se afastar deles, mas nunca fugia completamente. “Foi meio que: siga-me. Me siga”, ressaltou.

“Eu meio que comparo com, para aqueles que se lembram, a história da “Lassie” na vida real, onde as pessoas estão em perigo e o cachorro vai buscar ajuda levando-os direto para onde a pessoa está”, pontua Daniel.

Já o capitão do corpo de bombeiros de Hartford, Jack Hedges, detalhou que durante os primeiros socorros, Tinsley sentou-se bem e calma ao lado de seu dono.

Apesar do estado da picape, Cam e Justin ficaram levemente feridos e para agradecer a atitude da cachorra, seu dono prometeu que iria presenteá-la com carne de veado.

“Ela é meu anjinho da guarda. É um milagre ela ter esse tipo de inteligência para fazer o que fez”, finalizou seu tutor ao WCVB.

Veja o vídeo:

Assista também:

A história da pit bull voadora, do cão ladrão de churrasco e mais no Jornalzinho Amo Meu Pet:

Uma jornalista quase formada de 21 anos, completamente apaixonada por futebol e animais. É daquelas pessoas que não podem ver um cachorro ou gato na rua que já quer fazer carinho... Do tipo curiosa, gosta de contar boas histórias e aquecer o coração de seus leitores. Um pouco indecisa para os títulos das matérias, confesso, mas dedicada ao ponto de procurar sempre escolher as melhores palavras. Prazer, sou Letícia Michele Schneider, atualmente moradora de Passo Fundo (RS), tenho o sonho de deixar o mundo um pouquinho melhor e quem sabe um dia estar à beira do gramado entrevistando os jogadores da dupla Grenal.