Cuidados que você deve tomar com a coluna vertebral de seu pet

Cães e gatos são incríveis e merecem ficar livres de dor, porém, com o avançar da idade, assim como nos seres humanos, a atenção e o cuidado devem ser redobrado com suas colunas vertebrais. Vários animais desenvolvem doenças semelhantes às dos humanos. Por isso, é comum encontrarmos cães e gatos com problemas na coluna, que podem causar dores, sofrimento e dificuldade de locomoção aos pets.

Problemas articulares e ósseos são mais comuns em cães idosos, mas podem aparecer em qualquer idade, o ideal é fazer check-ups regulares e se perceber seu melhor amigo mais quietinho, sem querer mais brincadeiras, o ideal é procurar o médico veterinário. Uma complicação que pode predispor às doenças ortopédicas ou agravar um problema já existente, é a obesidade, então se o seu pet começou a engordar, leve-o para uma consulta, pois o sobrepeso além de prejudicar articulações e coluna, pode causar problemas cardíacos.

Mas como identificar?

O animal fica mais quieto, evita subir escadas, ou no sofá e na cama, tem menos apetite, fica muito ofegante e relutante para passear. Em alguns casos onde as dores são muito intensas, sinais como coluna muito arqueada, mancar e chorar, podem ser observados, já o gato ficam mais quieto e evita pular em lugares muito altos.

Dores de coluna e outros problemas articulares devem ser tratados de forma adequada para fazer o controle da dor e não deixar o quadro se agravar e o animal ficar paralisado. Os principais fatores causadores da dor de coluna são envelhecimento, obesidade, trauma (atropelamento, queda, brigas, etc.), excesso de exercícios físicos e alguns problemas de má formação genética. Entre os principais problemas que aparecem nos cães, a calcificação de disco intervertebral, artrites, artroses e hérnia de disco são algumas das que mais causam dores e dificuldade de locomoção.

Alguns cuidados que podem ser adotados, para prevenir acidentes ou ajudar no controle da dor:

Posicionar os potes de ração e água em lugares mais altos para evitar que o pet baixe muito o pescoço; colocar tapetes antiderrapantes pela casa para evitar escorregões; disponibilizar escadas para ajudá-los a subir e descer de locais mais altos; trocar as coleiras por peitorais durante os passeios; manter uma dieta equilibrada, para evitar que ele fique acima do peso; levá-lo para atividades físicas, após fazer um check-up com o médico veterinário, dessa forma você receberá orientações indispensáveis de como proceder durante o exercício e saberá se seu pet tem alguma restrição.

Complicações na coluna por conta de envelhecimento são mais comuns em raças grandes como Golden Retriever, Rottweiler, Pastor Alemão, Labrador, Dorberman e São Bernardo. Já no caso de hérnia de disco, as raças que mais apresentam são Dachshund, Lhasa Apso, Beagle, Poodle, Bulldog Francês, já os Bulldog Inglês, Bulldog Francês, Boston Terrier e Pug, são mais propensos à má formação vertebral, lembrando que independente da raça, qualquer animal pode ser acometido por esse tipo problema.

Em caso de dor, é importante que não se medique o animal em casa e que ele seja levado ao veterinário o quanto antes para que não haja piora do caso.

A Bichos e Mimos Clínica Veterinária e Hotel conta com veterinários especialistas, como ortopedista e neurologista, para atender cães e gatos com dor de coluna. Além disso, realiza exames de raio-x digital e tratamentos como fisioterapia, acupuntura e cirurgias.

Dra. Joyce Magalhães

Movida pelo amor à profissão e focada em resultados, fez graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (2004), Acupunturista e Anestesiologista, possuí mestrado em Ciência Animal pela Universidade Federal do Piauí (2006) e doutorado em Biotecnologia da saúde pelo RENORBIO - UFPI pela Universidade Federal do Piauí (2012). Foi professora adjunto da Universidade Estadual do Piauí, Faculdade Maurício de Nassau e do Instituto de Ensino Superior Múltiplo, coordenadora do Núcleo de Pesquisa e Extensão do Instituto de Ensino Superior Múltiplo. Atualmente é sócia-proprietária da Bichos e Mimos Clínica Veterinária e Hotel, responsável pelo setor de Anestesiologia e Unidade de Cuidados Intensivos. Coordena o projeto “Mimar é o Bicho” que consiste na realização de atividade assistida por animais em colônias de férias e escolas, oferece treinamentos e consultoriais para profissionais do segmento pet. Idealizadora do projeto cápsulas de amor, que consiste no tratamento da saúde emocional do paciente assistido, através do toque,  musicoterapia e contação de histórias, que são capazes de transmitir ao animal sensação de acolhimento e amor, melhorando o sistema imunológico. Colunista do portal O Dia, Cidade verde, portal vegpedia, revista saúde premium e portal utilitá. Participa semanalmente do quadro sobre cães e gatos na rádio RJ "Vida Animal" e na Boa Fm no quadro "Hora do Pet", é destaque no mercado pet, única médica veterinária indicada pelo guia local Indica. Co-autora dos livros Empreendedoras de Alta Performance e Maravilhosamente.

Telefone de contato (86) 988030596  / 32371393
e-mail clinicabichosemimos@gmail.com
Facebook Bichos e Mimos Teresina / Joyce Magalhães Med. Veterinária
Instagram @BichoseMimospi
@joycemagalhaes_vet

Comentários