Conheça Ruby, primeiro cão de abrigo a entrar na unidade K9 em estado americano

Por
em Cães

Alguns funcionários de um abrigo acreditavam que uma cachorrinha não teria futuro com nenhuma família por ser muito enérgica.

Mas tudo o que ela precisava era de uma oportunidade - e teve -, e assim tornou-se heroína na Unidade K9 da Polícia Estadual de Rhode Island, nos Estados Unidos.

Ruby, foi devolvida cinco vezes depois de ser adotada por causa de seu comportamento difícil de gerenciar. Os funcionários já estavam descrentes da sua adoção, mas uma em especial, Patricia Inman, nunca deixou de acreditar na peludinha e de procurar um lar que lhe aceitasse do seu jeitinho.

A oportunidade foi dada pelo cabo Dan O'Neil, até então era policial estadual, que estava procurando um cachorro para treinar para uma vaga na Unidade K9 da Polícia Estadual de Rhode Island.

"Eu tentei entrar para a Unidade K9 por vários anos e continuei sendo preterido. Então Ruby entrou na minha vida em 2011. Ela foi a primeira cadela de abrigo a ser adotada e colocada no trabalho policial na Polícia Estadual de Rhode Island " O'Neil, agora o Coordenador da Unidade K-9 da Polícia Estadual de Rhode Island, disse ao People.

A interação nos primeiros meses foi difícil, pois a cadela era agressiva, impossibilitando a socialização. Mas graças a Dan e Patricia, Ruby se transformou.

A cachorrinha foi treinada pelo cabo durante um ano, até com grande louvor passou em uma classe de detecção de restos humanos e logo depois passou por uma classe de busca e resgate.

"Foi uma façanha, porque este é o cão que não se sentava nem por cinco segundos. Para passar no teste, tive que fazê-la sentar no mínimo por cinco minutos", disse O'Neil.

E dentre tantos feitos, um em especial marcaria a sua vida e a vida da volutuária que tanto lutou para lhe encontrar um lar.

Em 2017, Dan recebeu uma ligação do Departamento de Polícia de Gloucester, em Rhode Island, pedindo ajuda para localizar um menino desaparecido há mais de 36 horas.

Após seis horas de busca, Ruby localizou o menino desaparecido e ficou ao seu lado com Dan até que os socorristas chegassem para resgatá-lo.

Enquanto o menino estava sendo encaminhado para o hospital, a dupla conheceu a família do socorrido. E para surpresa a mãe do garoto era Patricia, a voluntária que nunca havia desistido de Ruby. O encontro causou choro de emoção de ambas as partes.

"Mesmo seis anos depois de não vê-la, Ruby estava abanando o rabo e pulando em cima de Pat, dando-lhe beijos", acrescentou o cabo. "Eu disse a Pat: 'Pat, essa foi a maneira de Ruby dizer obrigado por lhe dar uma chance.'"

A história de Ruby é tão marcante que ganhou um filme 'Resgatado Por Ruby', disponível na plataforma de streaming, Netflix.

“Nossa esperança, nossa oração honestamente, é que as pessoas vejam o filme e saiam, e adotem um cão de abrigo”, disse Louise DuArt – uma das produtoras executivas de Rescued by Ruby junto com SQuire Rushnell ao People.

Confira o trailler:

Gente... essa história é muito linda! Vale muito a pena assistir e se emocionar.

Veja também este vídeo do nosso canal:

Histórias que provam que ter mais pets é melhor do que ter só um