Cachorra dá a sua vida para salvar crianças da família de ataque de leão da montanha

Por
em Notícias

No dia 14 de junho, uma família que reside em Havens perto de Idaho Springs, uma comunidade montanhosa localizada a oeste de Denver, no Colorado, Estados Unidos, passou pelo susto das crianças serem perseguidas por um leão da montanha, também conhecido como puma.

Por sorte, Lady, a cadela da família, uma mistura de pit bull e chihuahua, estava por perto e as salvou do ataque feroz do animal. Ela foi considerada uma heroína, mas infelizmente foi sacrificada, devido a gravidade dos seus ferimentos.

A peludinha chegou na família a cerca de três anos e sempre foi muito próxima das quatro crianças da casa. E o seu instinto 'babá' foi a que motivou enfrentar o feroz animal.

“Ela estava sempre vigiando as crianças”, explicou a mãe à CBS4. “Sempre mais próxima do nosso mais novo.”

O triste episódio aconteceu durante à tarde, quando as crianças estavam brincando no quintal de casa. Os pais estavam no interior da casa, realizando tarefas domésticas, quando perceberam a inquietação da Lady.

“Eu estava lá dentro fazendo o jantar, meu marido estava aqui na garagem lavando o carro dele”, disse Virginia Havens. "[Meu marido] ouviu Lady enlouquecendo, foi tão rápido."

A agitação da cachorra era porque o animal de aproximadamente 1,80 metro de cumprimento, estava atacando as crianças no jardim. E apesar de ser menor que o puma, Lady correu até os pequenos para salvá-los.

"Lady estava fazendo sua coisa, latindo, você sabe, se posicionando para defesa e ela saiu na direção oposta aqui apenas para voltar para ganhar impulso para seu ataque", disse Havens.

Enquanto os dois 'lutavam', os pais recolheram as crianças para dentro de casa, mas resgatar a cachorra era impossível, já que o leão da montanha já tinha agarrado Lady em suas mandíbulas.

"Eu a ouvi chorando, o que me deixou mais frenético, porque ela era minha bebê peluda", disse Havens.

O casal imediatamente ligou para a polícia pedindo ajuda, os oficiais chegaram na propriedade disparando tiros não letais para libertar a cachorra do animal e afastá-lo da propriedade. Mas infelizmente a ação não foi à tempo de salvar a cachorrinha.

"Eu estou tipo 'Oh meu Deus! Ela está bem! Ela está viva!'" Havens disse.
"Ela ficou toda sangrenta. Seu olho está esbugalhado, ela está respirando com dificuldade, ela tem um buraco no crânio", disse Havens.

Ao vê-la naquele estado, a família logo a levou para o médico veterinário, mas infelizmente não tinha nada que pudesse fazer, tendo, infelizmente, que sacrificá-la. O casal, emocionado, chorou e agradeceu Lady por ter salvado seus filhos.

"Se ela não estivesse lá, teríamos um tipo completamente diferente de tragédia... ela foi absolutamente nossa heroína", disse Havens. "Ela estava sempre vigiando as crianças."

O puma é nativo das Américas, ficando entre a região canadense de Yukon até o Estreito de Magalhães, no sul.

As autoridades dizem que o encontro de humanos com esses animais são raros e que se caso aconteça, há poucas chances de serem atacados, porém recomendam que as pessoas que moram nesses locais fiquem alertas.

Veja também:

CÃO BRAVO GANHA PLACA INUSITADA e mais notícias no Jornalzinho Amo Meu Pet