Todos os cães da casa se reúnem e esperam donos para o retrato de família

Fonte: The Dodo

Qualquer um que já tenha tentado convencer um único cachorro a ficar parado para uma foto sabe o quão difícil isso pode ser – mas uma mulher conseguiu fazer o impossível… foram 11 cachorros!

Melissa Lentz, que trabalha promovendo a adoção de cães da ONG Releash Atlanta, disse o nome de cada um dos cãezinhos da foto: “Acima, da esquerda para a direita: Mia, Pancake, Paxton. Em baixo, da esquerda para a direita: Benji, Gizmo, Alex, Penny, Donny, Lula, Monroe e Rudy.”

A voluntária acrescentou que sete dos cães da fotografia estão na fila de adoção, à espera de novos donos, enquanto que “Gizmo, Donny, Monroe e Rudy são meus”, disse.

Surpreendente notar que estes cães são mais fotogênicos do que se imagina. Esta não é a primeira vez que Melissa consegue tirar uma foto tão incrível deles, em que aparecem tão atentos e bem enquadrados.

“Eu tenho toneladas de fotos assim”, brinca.

Às vezes, Melissa ainda consegue se juntar à turma para tirar uma foto com eles.

Mas como ela consegue tirar fotos de família tão perfeitas – algo que é difícil até entre os seres humanos?

O segredo de Melissa está no carinho que ela tem com os cães e a maneira como ela os coloca no sofá ou na cama para tirar as fotos, sempre com bastante carinho e intimidade.

“Eu literalmente os coloco no sofá um por um e eles simplesmente ficam”, disse. “Eu não dou comida, nem nada para eles. Apenas peço para eles olharem para mim.”

As fotos não são apenas adoráveis ​​- elas também são bastante emocionais, já que capturam os filhos adotivos em um momento tão importante de suas vidas – enquanto estão aprendendo como se sentirem confortáveis em uma casa com as esperanças de longo prazo de serem adotados uma família que os ama.

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários