Gatinhos órfãos aceitam cachorra como mãe adotiva e ela os amamenta do próprio leite

Por
em Aqueça o coração

Os gatinhos, Encore e Pax, tinham apenas duas semanas de vida quando foram transferidos do abrigo de San Bernardino, na Califórnia, nos Estados Unidos, para o Saving Pets One at a Time (SPOT). E como ainda estavam frágeis e precisando de atenção constante, a voluntária Susan Hicks, os acolheu em sua casa. Mas o que ela não imaginava era que Ginger, sua cadela, se apaixonaria pela dupla a ponto de cuidá-los como seus.

Para se desenvolverem, os felinos foram alimentados a cada quatro horas, além de serem acomodados em um berçário quentinho e confortável. Os dias foram passando e os pequenos gradativamente ficando mais fortes ao ponto de darem seus primeiros passos e de se encorajarem a explorar o local que os acolhera.

Além de Susan se emocionar com a evolução dos filhotes, sua cachorra Ginger também demostrou muita alegria em participar do desenvolvimento dos gatinhos. “Os gatinhos eram tão jovens e imediatamente aceitaram Ginger como sua mãe adotiva”, disse Susan ao Love Meow.

Ginger, também chegou na vida de Susan através de um resgate. Ela estava grávida e deu à luz lindos filhotes. Todos os filhotes foram adotados. Só Ginger que não, pois Susan sabia que o lugar dela era ao seu lado então não a disponibilizou para adoção. Mantendo-a sobre seus cuidados.

E desde então, a cachorrinha ajuda a sua tutora a cuidar dos animais resgatados que ela leva para a casa como lar temporário. E a cadela é tão carinhosa que até o gatinho mais tímido não resiste e se rende ao seu encanto, permitindo-se ser cuidado pela mascote.

E com Encore e Pax não foi diferente! Não demorou para que a dupla interagisse com a mamãe canina, mamando em suas tetas. A cachorrinha ainda produz leite e amamenta os filhotes. E quando Encore e Pax mamam em Ginger, eles chegam a adormecer. Além de alimentá-los, a cachorra os labe para mantê-los limpos e também os acaricia para mantê-los calmos.

"Ela parece saber que esses pequeninos precisam de ajuda extra. Ela é generosa com o calor de seu corpo e os lambe com frequência."

E mesmo estando mais fortes - com quatro semanas de vida -, a cadela permanece cuidando dos gatinhos. E os filhotes adoram essa proteção. Mas o que eles mais gostam mesmo é de pular em cima da Ginger e parece que ela não se importa, na verdade, ela gosta. "Os gatinhos são sempre atraídos pelas orelhas caídas de Ginger, e Pax não é exceção."

A dupla tem crescido saudável sob os cuidados de Susan e Ginger e quando estiverem fortes o suficiente serão disponibilizados para adoção. E que eles encontrem um lar cheio de conforto e amor.

Assista também:

10 animais de estimação que meteram o loko por aí | Vídeos engraçados