Casal resgata gato idoso e surdo de maus-tratos e tornam os seus últimos dias os melhores

Por
em Aqueça o coração

O casal Gerard e Karyn Poplin são voluntários na ONG Kitty Adventure Rescue League & Sanctuary, localizada em Houston, Texas, nos Estados Unidos. Juntos já resgataram centenas de felinos, dando-lhes lar temporário até encontrarem uma família amorosa.

Em 2017, chegou Nobbs, um gato idoso que os fez perceberem que o seu lugar era ao lado deles, então mais que um lar temporário, se tornaram sua família. O gato de 12 anos era completamente surdo e também muito carinhoso.

Antes de ser resgatado, o felino vivia negligenciado em uma garagem. Karyn foi quem o socorreu, e no dia do resgate, quando o felino a viu, a primeira coisa que fez foi subir em suas pernas, como se estivesse pedindo ajuda.

“Desde o momento em que o conheci, somos inseparáveis. Ele adora a mim e meu marido, ele literalmente nos diz a cada momento”, contou Karyn ao Love Meow.

O gatinho se apegou muito ao casal, pois nunca conhecera o amor, quem lhe mostrou esse sentimento puro e divino foi Gerard e Karyn. Por isso fazia questão de sempre estar ao lado deles. “Ele é o velho mais carinhoso que eu já conheci”, declarou.

Foi anos vivendo sob maus-tratos, que agora a única coisa que o idoso quer é dar e receber atenção. E olha que no início não foi bem assim, pois por mais que tenha ido de encontro a sua salvadora, ele era muito arredio. Mas devido ao carinho do casal pouco a pouco Nobbs foi entendendo que o mundo não é só tristeza.

“Ele se dá bem com todos os outros gatos. Ele é uma lufada de ar fresco. Ele é tão grato e carinhoso que eu mal posso suportar.”

Agora, o gato ajuda outros felinos que chegam no abrigo na mesma situação. Além de confortar o coração dos seus donos, que ficam entristecidos com a situação que encontram os felinos durante os resgates.

Todos os dias, quando seus humanos chegam do trabalho, Nobbs corre para eles em busca de afeto. “Ele é um pouco rude e totalmente surdo, mas é a melhor coisa do planeta”, disse Karyn.

Infelizmente, seis meses depois do resgate o gatinho faleceu. Entristecido, Gerard, fez uma homenagem em forma de tatuagem para o felino.

"Eu tive apenas 6 meses com ele, mas ele mudou meu coração. E eu sinto muito a falta dele. Então, naturalmente, eu tive que memorizá-lo da melhor maneira que eu sei. Agora ele pode continuar a ir comigo em todos os lugares", contou em um post do Facebook.

O que conforta foi saber que que Nobbs pode viver os seus últimos dias em paz e rodeado de amor.

Veja também este vídeo:

10 histórias APAIXONANTES de idosos e seus pets