Gata puxa dona pela mão para levá-la conhecer seus bens mais preciosos; vídeo

Por
em Gatos

A gatinha Gracie de 11 meses é muito apegada com sua tutora, Zoey Chelf. Ela sempre quer estar por perto, mas ultimamente a aproximação além do carinho, tem sido por outro motivo, ela quer mostrar à dona a sua maior riqueza.

E para levar a tutora até o local, ela mia e faz de tudo... só não fala, porque não consegue. Na maioria das vezes os miados não são o suficiente, então ela descobriu outra maneira de convencer a 'mãe' ir com ela. Mordiscando sua mão e a puxando.

E esse hábito nasceu no período em que estava grávida. Na verdade, foi no dia em que deu à luz. Durante a noite, a felina foi lá no quarto de Zoey e mordiscou sua mão para dizer que estava na hora dos filhotes nascerem.

A mulher, com intuito de não importuná-la, a acomodou no seu cantinho e a deixou ali para que desse à luz tranquilamente. Mas Gracie não queria ficar sozinha, queria sua tutora por perto, “então quando eu fiquei com ela, ela finalmente se acalmou para que ela pudesse fazer isso”, contou Zoey ao The Dodo.

A gatinha deu à luz oito lindos filhotes. Quatro meninas e quatro meninos, todos saudáveis. Eis o motivo de arrastar a dona pela mão. Ela quer que Zoey fique perto dos seus filhotes.

“Ela vem até mim ao longo do dia e vai miar ou me morder para segui-la para verificá-los. Ela gosta de me sentar com ela e acariciá-la enquanto ela mama”.

A tutora achando graça desse comportamento filmou e compartilhou nas suas redes sociais no dia 20 de agosto. A publicação alcançou mais de 536 mil visualizações.

Confira:

Zoey conta que a gatinha é uma ótima mãe, muito protetora e cuidadosa. E todo esse cuidado tem motivo, pois como viveu por muito tempo abandona nas ruas antes de ser adotada, Gracie, não quer seus filhotes sintam a mesma solidão.

“Gracie é uma mãe fantástica”, disse Cheff. “Ela fica com [seus gatinhos] a maior parte do dia. E quando ela não está com eles, ela está deitada comigo. Ela se aconchega com eles e é a coisa mais fofa!”

Enquanto são filhotes, a ninhada ficará sob os cuidados da Zoey, mas assim que estiverem aptos serão doados a famílias amorosas. Já Gracie, permanecerá ao lado da tutora que muito lhe ama.

“Ela me fez rir, me dá uma sensação de propósito cuidando dela e de seus gatinhos, ela se aconchega em mim quando me ouve chorar. Ela é honestamente uma gata perfeita, e eu não poderia estar mais agradecida. Eu definitivamente acho que nossos caminhos se cruzaram por um motivo.”

Que os filhotes encontrem um lar carinhoso e que Gracie seja ainda mais feliz ao lado de sua tutora.

Veja também este vídeo:

10 histórias APAIXONANTES de idosos e seus pets