Apesar do seu passado triste, gata cega dá exemplo ao aproveitar a vida como ninguém

Ayô é prova viva de que tudo é possível, mesmo quando as circunstâncias não são favoráveis.

Por
em Gatos

Abandonados, uma gatinha preta junto dos seus dois irmãos foram resgatados pela ONG Gatos de Francisca, localizada na Zona Norte do Rio de Janeiro. Muito debilitados, os animais receberam toda a ajuda e amor necessário para se recuperarem para depois estarem disponíveis para adoção.

Do trio, Ayô era a que estava mais doente. Ela foi encontrada com seus dois olhos comprometidos. A equipe da ONG tentou salvar pelo menos um, contudo não foi possível, sendo necessário realizar uma cirurgia para removê-los.

Em entrevista ao Amo Meu Pet, Angela Marihá Lopes da Silva, tutora da pet, contou que em 2022 a felina passou por três cirurgias, sendo guerreira, teve uma boa recuperação em todas. E apesar da sua condição de cegueira, é uma gatinha feliz, isso porque é muito amada pela família que lhe acolheu.

"Ela é uma gata muito ativa, brincalhona, feliz e apaixonada pelo irmão Cido", contou Angela ao Amo Meu Pet.

A pet chegou na vida de Angela para acrescentar, pois ela aprendeu não haver limites e obstáculos que impeçam de conquistar algo. Ayô é prova viva de que tudo é possível, mesmo quando as circunstâncias não são favoráveis. Pois mesmo cega leva uma vida normal e faz tudo o que qualquer outro gatinho faria.

"Com ela não existe a palavra limite. É extremamente inteligente, esperta, sabe onde fica tudo na casa e entende perfeitamente a rotina da gente".

E ela não é a única pet da casa não, há mais dois felinos. O trio adora se divertir, dormir, comer, mas dos três a mais comilona e bagunceira é a Ayô. E é esse seu jeitinho espaçoso que cativa a sua tutora.

A pet trouxe alegria em um momento de dor. A carioca havia perdido um gatinho em 2020, por conta da velhice, e estava muito triste. Ayô chegou para preencher que vazio havia ficado em seu coração.

E não é só a Angela apaixonada por ela, todos que participaram do seu resgate e reabilitação a amam.

"Conquistou nosso coração e de todas as tias que a ajudaram e a acompanham", finalizou.

Confira Ayô Brincando.

Ayô é o exemplo de que o amor consegue curar qualquer dor. Se você deseja acompanhá-la nas redes sociais, clique aqui. E para conhecer o trabalho da ONG que a resgatou, clique aqui.

Assista também este vídeo:

O que esse papagaio tanto escondia nesse tronco?