Socorristas não encontram idoso de 84 anos em deserto - e eis que vira-lata caramelo é convocado

Nem policiais, nem cães farejadores. Apenas um herói poderia encontrar o Seu Gregorio: o saudoso caramelo

Por
em Notícias

No final de novembro, Don Gregorio Romero, um idoso de 84 anos, havia desaparecido de casa em Sonora, no México.

Os familiares acreditavam que ele estava desorientado e, ao se afastar de casa, não conseguiu achar o caminho de volta. Quando sentiram sua falta, todos ficaram preocupados e se uniram, em uma busca incansável pelo idoso. Procuraram por toda a cidade, mas nada.

Então acionaram os policiais. Todos apostaram as fichas de que os oficiais o encontrariam, mal sabiam que o herói de Romero seria outro: um cachorro caramelo.

Foram dias de buscas, as equipes de resgate vasculharam a região desértica em busca de qualquer sinal de Romero — mas sem sucesso. Até uma equipe de cães farejadores foi recrutada, e mesmo assim nem sinal do idoso.

Passou-se uma semana e a esperança de encontrá-lo vivo estava se esvaindo, sem alternativas de buscas, os socorristas decidiram pedir ajuda a quem mais conhecia o homem.

E pasmem, não era nenhum amigo humano ou familiar e, sim, Palomo, seu amigo de quatro patas.

O cão foi levado até o local onde o idoso havia sido visto pela última vez há uma semana. Estimulado pelo cheiro do seu dono, Palomo entrou em ação e começou a conduzir os policiais pelo deserto em busca de Romero.

Por cerca de três quilômetros, o caramelo caminhou seguindo os rastros do seu amado tutor. Os socorristas os seguiam esperançosos de encontrá-lo.

“[Palomo] liderou as autoridades entre colinas, estradas e ravinas, até onde Don Gregorio estava”, escreveram autoridades estaduais em Sonora.

Após longa caminhada, Palomo encontrou seu dono desidratado, exausto, mas felizmente vivo.

"O cão conseguiu localizá-lo, ele conduziu as autoridades entre colinas, caminhos e barrancos, onde estava Don Gregorio, que estava localizado com sinais de desidratação, mas seguro".

O homem foi resgatado em segurança e recebeu todo o atendimento necessário. Todos da equipe não tiraram o mérito de Palomo, pois se não fosse ele quem sabe o que poderia ter acontecido com o idoso?!

O herói deste dia se chama Palomo, esse cachorrinho que encontrou seu dono!” Debora Mtz, membro do grupo de busca, escreveu.

Romero foi então levado a um hospital local para tratamento de desidratação e insolação. Além de receber todo o cuidado da equipe médica e familiares, o idoso contou com o apoio do seu amigo canino, que não saiu da frente da porta de entrada do hospital até ver seu dono bem.

“Não há dúvida sobre o amor que os animais sentem por seus donos”, escreveram as autoridades. "Mas no caso de 'El Palomo' [...] esse amor foi além do esperado, pois ajudou a salvar sua vida ao guiar as autoridades e seus familiares para localizar seu mestre."

Confira abaixo o resgate.

Essa história é mais um exemplo de que os cães são fiéis e leais aos seus donos.

Veja também este vídeo do nosso canal:

PÉPE BONNER QUASE CHORA NO JORNALZINHO AMO MEU PET - EPISÓDIO 26

Últimas notícias