Ursa que havia sofrido por décadas por exploração, encontra a paz e falece em SP

O animal era conhecido como a “ursa mais triste do mundo”.

Lamentavelmente conhecida Brasil afora como a “ursa mais triste do mundo”, Rowena morreu no santuário de animais Rancho dos Gnomos nesta última quarta-feira (24).

A ursa morava no santuário há cerca de dez meses e faleceu em decorrência de uma convulsão provocada por um tumor no ovário. Seu corpo foi levado para a Faculdade de Veterinária da Universidade de São Paulo (USP).

Pelas redes sociais, em nota, o Rancho dos Gnomos anunciou o falecimento de Rowena. A ativista Luisa Mell e a atriz Alexia Dechamps, que ajudaram a resgatar a ursa meses antes e acompanharam sua recuperação, lamentaram a perda.

Marsha era vítima de maus-tratos e ganhou o nome de Rowena após o resgate.

O animal foi transferido do Piauí para o interior de SP.

"Com o coração em pedaços. É como me sinto por saber que nossa ursa Rowena, faleceu. Depois de tanto sofrimento, décadas de exploração, quando ela finalmente encontrou a paz, Deus a levou. Quero acreditar que ela cumpriu sua missão aqui e em paz, livre da exploração e do sofrimento que passou durante mais de 30 anos, descansou. Que sua vida, que sua existência, não tenham sido em vão, mas sirvam de exemplos para que a exploração do tráfico de animais, circos e zoológicos não façam mais vítimas como ela! Esteja onde estiver, saiba que eu a amei com todo o meu coração e tenho por você o mais profundo respeito. Em nome de toda a humanidade, me desculpe por todo o sofrimento que nós, humanos, lhe causamos e obrigada por ter me dado a honra de ajudá-la e de poder amá-la. Prometo que, enquanto viver, preservarei sua memória. Descanse em paz. Obrigada também a cada pessoa que direta ou indiretamente se envolveu em seu resgate e ajuda, especialmente ao Rancho dos Gnomos nas pessoas do Marcos e Silvia, que dedicavam-se diariamente a ela", escreveu Luisa.

O caso

Rowena foi vítima de tráfico ilegal há duas décadas atrás, tendo sofrido maus tratos participando de apresentações de circo no nordeste brasileiro.

No final do ano passado, ela fora resgatada de um zoológico no Piauí, onde dormia em uma sala abafada, sob um calor escaldante.

Com a ajuda de ativistas, a ursa foi levada a uma área especial no santuário. Seu nome até então era “Marsha”, tendo sido rebatizada de “Rowena”.

Sua história virou livro nas mãos de Rita Lee - obra lançada no dia 22 de julho, dias antes de sua morte.

Rita Lee escreveu um livro infantil inspirado na história da ursa.

Fonte: R7

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários