Esquiador norte-americano salva 90 cachorros que virariam comida na Coreia do Sul

O esquiador norte-americano e atleta olímpico Gus Kenworthy, de 26 anos, adotou ao lado do namorado um cachorro e resgatou outros 90 em sua passagem pela Coreia do Sul.

Em algumas regiões do país asiático é comum que cachorros sejam servidos como alimento, sendo uma iguaria tradicional da gastronomia sul-coreana. Muitos deles são criados em abatedouros, sendo submetidos a tratamentos degradantes.

Estima-se que existam 17 mil fazendas de cachorro no país.

Sensibilizado por tal situação, Gus visitou uma das fazendas ao lado da ONG Humane Society International (Sociedade Humana Internacional), que visa interromper o consumo de carne de cachorro na Coreia do Sul.

Apesar de chocado com a realidade do país, onde os cães servem de alimento (o que é impensável no Ocidente), o esquiador fez questão de afirmar em suas redes sociais que sua ação não se tratava de uma imposição cultural.

“Mesmo não concordando pessoalmente com esta prática, reconheço que não é meu direito impor ideias do Ocidente contra as pessoas que aqui vivem. O problema é que os cachorros não são bem tratados e ficam expostos ao frio e ao calor.”

Segundo a HSI, a Coreia do Sul é o único país asiático que ainda insiste na criação em massa de cachorros para o consumo humano. Gus Kenworthy e o namorado levaram para os Estados Unidos e Canadá cerca de 90 filhotes, que agora estão disponíveis para adoção.

Fonte: PdA

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários